Ary Borges brilha e Brasil goleia o Panamá em estreia na Copa do Mundo Feminina

61 0
Meia-atacante, ex-Palmeiras, marcou três na goleada da Seleção em Adelaide; Marta entrou no segundo tempo
Por CNN Esportes
Ary Borges comemora seu terceiro gol na estreia do Brasil na Copa do Mundo
Sarah Reed/Getty Images

A Seleção Brasileira estreou com goleada na Copa do Mundo Feminina. Nesta segunda-feira (24), a equipe da técnica Pia Sundhage venceu o Panamá por 4 a 0, em Adelaide, na Austrália, com grande atuação da meio-campista Ary Borges.

A jogadora do Racing Louisville, dos Estados Unidos, marcou três gols e ainda deu assistência para mais um, de Bia Zaneratto.

Apesar do placar elástico, esta foi apenas a terceira melhor estreia do Brasil em Mundiais femininos. Na edição de 1999, bateu o México por 7 a 1. Em 2007, goleou a Nova Zelândia, 5 a 0.

Com o triunfo, a Seleção Brasileira assume a liderança do grupo F, com três pontos. França e Jamaica têm um, e o Panamá, zero.

Seleção Brasileira posa para a foto oficial antes da estreia na Copa do Mundo Feminina Crédito: Brendon Thorne – FIFA/FIFA via Getty Images

Maior artilheira da história das Copas, Marta começou a partida no banco de reservas. A Rainha do Futebol entrou somente no fim da etapa final, justamente no lugar do destaque do jogo, Ary Borges, aplaudida pelos torcedores presentes no Hindmarsh Stadium.

Desde o início, o time brasileiro imprimiu um ritmo forte, pressionando as panamenhas e recuperando a bola com facilidade. Com o domínio da posse de bola, a equipe logou abriu vantagem no placar.

Debinha recebeu de Tamires na esquerda, cortou para o meio e cruzou na cabeça de Ary, que marcou o primeiro, aos 18 minutos. Aos 38, de novo em jogada pelo lado esquerdo, Ramires foi à linha de fundo e encontrou Ary Borges na pequena área. A camisa 17 cabeceou para a boa defesa da goleira Bailey, mas aproveitou o rebote para ampliar.

Com tranquilidade para construir a partir da troca de passes, o Brasil chegou ao terceiro ainda no início da etapa final, em bonita jogada coletiva — e novamente pela esquerda do ataque.

Debinha tabelou com Adriana e cruzou para o centro da área. Ary Borges, de frente para o gol, ajeitou e rolou para trás, e Bia Zaneratto chegou para finalizar e anotar o terceiro.

A artilheira da partida (e da Copa até aqui) fechou a vitória aos 24. Geyza cruzou e Ary, mais uma vez de cabeça, marcou o quarto.

Com os três gols anotados nesta segunda, a jogadora de 23 anos repetiu os feitos de Sissi e Pretinha, que marcaram três cada uma no primeiro jogo da equipe nacional na Copa de 1999 (goleada por 7 a 1 contra o México), e Cristiane, que registrou um hat-trick na primeira partida da edição de 2019 (vitória sobre a Jamaica por 3 a 0).

A Seleção Brasileira volta a campo no sábado (29), contra a França, às 7h (de Brasília), em Brisbane, na Austrália.