Como foi a coroação do rei Charles 3º

160 0
Por BBC News Brasil
Rei Charles 3º com a coroa que é usada apenas para a cerimônia | GETTY IMAGES

O rei Charles 3º foi coroado neste sábado (06/05) com a coroa de St. Edward, na Abadia de Westminster, em Londres.

A coroa foi feita para o rei Charles 2º no século XVII e só é usada quando o monarca é coroado – o que significa que Charles 3º não deve usá-la novamente.

Depois que o rei foi coroado, sua esposa Camilla foi coroada rainha consorte.

Na parte final do serviço, o rei e a rainha receberam a Santa Ceia – o principal ato de adoração da igreja cristã.

No momento da coroação do rei, uma saudação de 62 tiros foi disparada na Torre de Londres, com uma salva de seis tiros no Horse Guards Parade.

Outros 21 tiros foram disparados em 13 locais em todo o Reino Unido, incluindo Edimburgo, Cardiff e Belfast, e em navios da Marinha Real.

A cerimônia enfatizou a diversidade e a inclusão, com mais elementos multi-religiosos do que qualquer coroação anterior, com contribuições de representantes judeus, muçulmanos, budistas e sikhs.

Uma citação bíblica foi lida pelo primeiro-ministro Rishi Sunak, que é hindu, e música foi cantada em galês, escocês e gaélico irlandês.

Juramento

Charles realizou o Juramento de Coroação, pelo qual prometeu defender a lei e a Igreja da Inglaterra, e o Juramento da Declaração de Adesão, afirmando ser um “fiel protestante”.

“Eu, Charles, solene e sinceramente na presença de Deus, professo, testemunho e declaro que sou um fiel protestante e que irei, de acordo com a verdadeira intenção das leis que garantem a sucessão protestante ao trono, defender e manter as referidas promulgações com o melhor de meus poderes de acordo com a lei”, afirmou.

Convidados

O primeiro-ministro Rishi Sunak foi acompanhado pela esposa Akshata Murty, com ex-primeiros-ministros também presentes – incluindo Boris Johnson, acompanhado pela esposa Carrie.

Sir John Major, cuja esposa Norma estava ausente, foi visto conversando com Sir Tony Blair e sua esposa Cherie. Há sete ex-primeiros-ministros vivos do Reino Unido pela primeira vez, e todos estão participando do culto.

Os convidados também vieram de outras partes do mundo. O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e a primeira-dama, Janja, estão entre os mais de 2 mil convidados.

Representando os Estados Unidos, a primeira-dama Jill Biden estava acompanhada pela neta Finnegan – a dupla vestiu roupas peças de roupas azuis e amarelas, as cores da bandeira ucraniana.

Outros representantes internacionais também estiveram presentes. Entre eles, o presidente francês Emmanuel Macron; a primeira-dama da Ucrânia, Olena Zelenska; o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, e sua esposa, Sophie Trudeau; Letsie III, rei do Lesoto, e a rainha, Masenate Mohato Seeiso; o presidente de Israel, Isaac Herzog, e sua esposa, Michal; o rei Carl XVI Gustaf, da Suécia, e a princesa Victoriana; o príncipe herdeiro Fumihito e a princesa herdeira Kiko, do Japão; o rei Felipe VI e a rainha Letizia, da Espanha; o rei Willem-Alexander, da Holanda, e a rainha Maxima.

Celebridades convidadas como a atriz Emma Thompson, o cantor Nick Cave e a cantora americana Katy Perry também marcaram presença.