Flagra da Polícia – Oficial de Justiça é preso acusado de receber propina em MT

63 0
Do: MidiaNews
Investigadores o prenderam no momento em que ele cobrava R$ 700 para liberar veículo apreendido
O servidor, de 60 anos, foi preso pela Polícia Civil por corrupção passiva

Um servidor do Poder Judiciário suspeito de pedir propina foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na quinta-feira (30), em ação realizada pelos policiais da 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá).

O funcionário público de 60 anos, que atuava como oficial de Justiça, foi autuado em flagrante pelo crime de corrupção passiva.

A prisão do servidor ocorreu após os policiais receberem a denúncia da atuação ilícita do investigado. O fato foi denunciado por uma vítima que teve o seu veículo apreendido em 2022, ocasião em que foram encontrados entorpecentes, em uma carreta do tipo “cegonha”. Porém, além da droga, a carreta transportava diversos veículos de terceiros, que não tinham nenhum envolvimento com o entorpecente.

No decorrer da instrução processual, foi autorizada a restituição dos veículos apreendidos aos seus proprietários, sendo também determinado que a devolução não geraria custos para os donos dos veículos.

A vítima, que é moradora de Brasília, foi até Barra do Garças para buscar o veículo, mas estranhou as tratativas realizadas pelo oficial de Justiça. A  Polícia relatou que, em contato com outros proprietários de veículos, descobriu que o servidor estava cobrando valores para restituir os bens.

Logo após a comunicação dos fatos, a equipe da 1ª Delegacia de Barra do Garças iniciou as diligências, conseguindo flagrar o servidor, no momento em que ele solicitava a vantagem indevida, exigindo R$ 700 da vítima para restituir o bem.

O suspeito foi conduzido à delegacia, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante pelo crime de corrupção passiva, uma vez que o simples fato de solicitar o pagamento indevido de valores, já configura crime, independente do pagamento da vantagem.

Após a prisão do investigado, outras pessoas compareceram na 1ª DP de Barra do Garças, relatando terem sido vítimas do oficial.

m servidor do Poder Judiciário suspeito de pedir propina foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na quinta-feira (30), em ação realizada pelos policiais da 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá).

O funcionário público de 60 anos, que atuava como oficial de Justiça, foi autuado em flagrante pelo crime de corrupção passiva.

A prisão do servidor ocorreu após os policiais receberem a denúncia da atuação ilícita do investigado. O fato foi denunciado por uma vítima que teve o seu veículo apreendido em 2022, ocasião em que foram encontrados entorpecentes, em uma carreta do tipo “cegonha”. Porém, além da droga, a carreta transportava diversos veículos de terceiros, que não tinham nenhum envolvimento com o entorpecente.

No decorrer da instrução processual, foi autorizada a restituição dos veículos apreendidos aos seus proprietários, sendo também determinado que a devolução não geraria custos para os donos dos veículos.

A vítima, que é moradora de Brasília, foi até Barra do Garças para buscar o veículo, mas estranhou as tratativas realizadas pelo oficial de Justiça. A  Polícia relatou que, em contato com outros proprietários de veículos, descobriu que o servidor estava cobrando valores para restituir os bens.

Logo após a comunicação dos fatos, a equipe da 1ª Delegacia de Barra do Garças iniciou as diligências, conseguindo flagrar o servidor, no momento em que ele solicitava a vantagem indevida, exigindo R$ 700 da vítima para restituir o bem.

O suspeito foi conduzido à delegacia, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante pelo crime de corrupção passiva, uma vez que o simples fato de solicitar o pagamento indevido de valores, já configura crime, independente do pagamento da vantagem.

Após a prisão do investigado, outras pessoas compareceram na 1ª DP de Barra do Garças, relatando terem sido vítimas do oficial.