Envolvidos em crimes de violência sexual são alvos de operação em MT

66 0
Por g1 MT
Ordens foram cumpridas nos municípios de Cuiabá e Santo Antônio do Leverger — Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil cumpriu, na manhã de segunda-feira (3), seis mandados de busca e apreensão em Cuiabá e Santo Antônio do Leverger, para combater a violência sexual contra a mulher. A ação foi realizada por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cuiabá e faz parte da segunda fase da “Operação DEDM Mulher”.

Segundo a Polícia Civil, o trabalho buscou retirar das mãos dos agressores, fotos e vídeos íntimos das vítimas, e outros elementos que poderiam se tornar instrumentos de chantagem, extorsões, difamações e outros crimes contra a dignidade sexual.

Ainda de acordo com a polícia, foram apreendidos celulares, slots de armazenamento de dados, pen drives e outros dispositivos informáticos que podem ajudar nas investigações.

Ordens judiciais cumpriram apreensões de aparelhos celulares, slots de armazenamento de dados, Pen Drives, e outros dispositivos informáticos  — Foto: Polícia Civil
Ordens judiciais cumpriram apreensões de aparelhos celulares, slots de armazenamento de dados, Pen Drives, e outros dispositivos informáticos — Foto: Polícia Civil

As buscas foram realizadas nos Bairros Novo Terceiro, Jardim Amperco, Três Barras, Jardim Mossoró, Parque Ohara, em Cuiabá, e na Comunidade de Varginha, em Santo Antônio do Leverger.

De acordo com a delegada Jozirlethe Criveletto, a DEDM de Cuiabá planeja realizar outras fases da operação ao longo do ano, além de fortalecer o enfrentamento das circunstâncias identificadas como situações de violência doméstica.

Ação faz parte da segunda fase da Operação “DEDM Mulher”  — Foto: Polícia Civil
Ação faz parte da segunda fase da Operação “DEDM Mulher” — Foto: Polícia Civil
Primeira Fase

A DEDM de Cuiabá cumpriu, no dia 19 de junho, oito mandados de busca e apreensão domiciliar, com objetivo de apreender armas de fogo em posse de autores de violência doméstica.

Na ocasião, uma pessoa foi presa em flagrante por posse de entorpecentes, sendo lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).