Novo trecho é interditado para obras do BRT na Avenida da FEB em Várzea Grande (MT); veja mudanças

142 0
Por g1 MT
Semáforo da Travessa da Independência, a primeira intercessão após a Ponte Júlio Müller, será fechado — Foto: Prefeitura de Várzea Grande

O semáforo da Travessa da Independência, no Bairro Alameda, a primeira intercessão após a Ponte Júlio Müller, na região do Porto, será fechado a partir desta quarta-feira (7) para a continuidade das obras do Ônibus de Transporte Rápido (BRT), em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. O trecho deve seguir fechado até domingo (11), segundo a prefeitura.

A estimativa técnica é de que, no horário de pico, mais de cinco mil veículos trafegam no trecho Cuiabá/Várzea Grande. Com o avanço das obras, a FEB funcionará apenas em mão única.

Motoristas devem se atentar às mudanças no trecho de obra do BRT — Foto: Prefeitura de Várzea Grande
Motoristas devem se atentar às mudanças no trecho de obra do BRT — Foto: Prefeitura de Várzea Grande

Conforme a decisão, os condutores que estiverem na Travessa Independência não poderão avançar para a Avenida da FEB.

A Travessa dá acesso à região da Alameda e da ponte Júlio Müller, tanto para Cuiabá quanto para o Centro de Várzea Grande. Além disso, permite o acesso para a Avenida Dr. Paraná, no Grande Cristo Rei, ou acesso à Ponte Sérgio Motta, que dá acesso a Cuiabá e a Avenida Beira Rio, bem como o Coxipó da Ponte e adjacências.

“A interdição temporária pode causar transtornos no trânsito local, por isso é essencial o apoio da Guarda Municipal e dos Agentes de Trânsito, que orientarão os motoristas sobre as rotas alternativas e garantindo a fluidez do tráfego”, informou a prefeitura.

Rotas alternativas

SENTIDO – AEROPORTO / Ponte JÚLIO MÜLER / CUIABÁ

  • 1º – Avenida 31 de Março, Av. Isabel Pinto, Av. Dr. Paraná, Ponte Sérgio Motta
  • 2º – Rua Irmã Elvira, Rua Alves de Oliveira, Travessa Barnabé de Mesquita, Dom Orlando Chaves, Ponte Nova

 

SENTIDO – CUIABÁ/CENTRO DE VÁRZEA GRANDE/ AEROPORTO

  • 1º – Rotatória do Fort Atacadista/ Av. vereador Abelardo Azevedo; Av. Dom Orlando Chaves; Av. 31 de Março:
  • 2º – Rua Manoel Gomes; Rua Benedita Bernardina Curvo (atrás das Lojas Havan); Rua Brasília; Av. Ulisses Pompeu (Ponte Nova).
Pista da direita está livre para quem segue sentido Várzea Grande, pela ponte Julio Muller  — Foto: Prefeitura de Várzea Grande
Pista da direita está livre para quem segue sentido Várzea Grande, pela ponte Julio Muller — Foto: Prefeitura de Várzea Grande
Outras mudanças

Desde o início das obras do BRT, no dia 21 de abril, a prefeitura de Várzea Grande e o Governo de Mato Grosso fizeram ajustes na Avenida da FEB, em Várzea Grande. A pista da direita está livre para quem segue sentido Várzea Grande, pela ponte Júlio Muller. Além disso, os semáforos foram desativados e só funcionarão para quem precisar fazer conversão à esquerda, no sentido do Bairro Alameda e Construmat.

Três pontos de ônibus nos dois lados da avenida foram reduzidos. As paradas para o transporte coletivo estão sendo construídas próximas ao Ministério da Agricultura.

VLT x BRT

O VLT foi projetado para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil e foi marcado pela corrupção e entraves judiciais. A obra paralisada possui 22 quilômetros de extensão entre Cuiabá e Várzea Grande.

Em dezembro de 2014, as obras foram interrompidas. Em 2018, o governo do estado rompeu o contrato com o consórcio VLT e, depois, decidiu substituir o modal pelo BRT. Já em dezembro do ano passado, o governo começou a retirar as estruturas que serviriam de suporte para o VLT em Várzea Grande.

As obras do projeto, que deveria ter ficado pronto oito anos atrás, já custou mais de R$ 1 bilhão.