Motorista que atropelou e matou entregador por aplicativo é indiciado em Cuiabá

71 0
Por g1 MT
Kelvin Tavares da Cruz, de 29 anos, morreu após ser atropelado — Foto: Arquivo pessoal

O motorista Mário Márcio Lemes de Oliveira Júnior, que atropelou e matou o entregador Kelvin Tavares da Cruz, de 29 anos, no dia 28 de abril, no Bairro Tijucal, em Cuiabá, foi indiciado pela Polícia Civil nessa quinta-feira (15). Ele deve responder por homicídio culposo, com agravante de dirigir sob efeito de álcool.

Segundo a polícia, Mario já responde por outro homicídio na condução de veículo automotor. o g1 tenta localizar a defesa do suspeito.

Kelvin estava parado com a moto, em um estacionamento, próximo a faixa de pedestre, quando o carro colidiu imprudentemente no veículo. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

Antes de ser socorrido, o jovem chegou a mandar um áudio para colegas de trabalho, afirmando que estava com muita dor e que respirava com dificuldade.

Testemunhas afirmaram que o carro estava em alta velocidade — Foto: Divulgação
Testemunhas afirmaram que o carro estava em alta velocidade — Foto: Divulgação
Momentos antes da morte

O tio de Kelvin, Lucil Gonçalo de Amorim, contou que o sobrinho fez uma entrega e parou a 50 metros do local para ligar o aplicativo, momento em que foi atingido pelo carro, sofrendo quatro fraturas em uma das pernas e, posteriormente, duas paradas cardíacas.

“Estamos desolados. Toda a família, mãe, tios, primos, abalados com o que aconteceu. Ele trabalhava como entregador junto com a esposa, estavam construindo a vida deles. Recentemente, compraram a casa e mobilharam. É muito triste”, lamentou.
Além da esposa, Kelvin deixa dois filhos, com idades entre 4 e 8 anos.
Moto da vítima ficou destruída — Foto: Divulgação
Moto da vítima ficou destruída — Foto: Divulgação