Polícia prende dois homens em operação que investiga sequestro de empresário e mulher em MT

117 0
Por g1 MT
Cova foi aberta para enterrar a vítima, segundo a polícia — Foto: Polícia Militar

A Polícia Civil prendeu dois homens nesta quinta-feira (25) durante a primeira fase da Operação Cupiditas que investiga o sequestro de um empresário e da mulher dele, em Várzea Grande, região metropolitana da capital. No dia do crime, os investigados teriam cavado uma cova para enterrar as vítimas.

Na ação também foram cumpridos outros cinco mandados de busca e apreensão. As investigações começaram depois do crime de extorsão mediante sequestro de um empresário de 41 anos, ocorrido no começo deste mês.

Segundo a polícia, as vítimas foram levadas para um cativeiro que era uma casa no bairro Novo Mundo, no município. A mulher foi torturada pelos criminosos, que exigiam da família a quantia de R$ 2 milhões como pagamento.

Um dos suspeitos, Daniel Vitor Conde da Cruz, de 37 anos, foi encontrado no cativeiro e entrou em confronto com policiais militares. De acordo com a polícia, eles iniciaram as buscas após uma denúncia anônima e, ao passar na frente de uma casa sem portão, visualizaram um homem parado na porta dos fundos, esboçando uma reação de nervosismo.

Com a tentativa de abordagem, o suspeito teria sacado uma arma de fogo e apontado em direção aos policiais. Em seguida, ele foi alvejado e encaminhado ao Pronto-Socorro municipal, mas morreu na unidade.

A mulher era mantida em um cativeiro com os pés e mãos amarradas — Foto: Polícia CIvil
A mulher era mantida em um cativeiro com os pés e mãos amarradas — Foto: Polícia CIvil

A mulher foi encontrada com os pés e as mãos amarradas, além de estar vendada e amordaçada. Os criminosos torturavam a vítima dizendo que iam enterrá-la na cova.

As investigações continuam para identificar outros envolvidos.