Unemat prorroga inscrições para 60 cursos superiores no 2º semestre

76 0
Por g1 MT
Unemat tem mais de 2,3 mil vagas para ingresso no 2º semestre — Foto: Unemat

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) prorrogou as inscrições para o vestibular 2023/2, para ingresso no segundo semestre deste ano. São 2.390 vagas abertas para 60 cursos, distribuídos em 11 municípios do estado.

A inscrição custa R$ 100 e poderá ser feita até dia 1º de maio pela internet.

De acordo com a universidade, a divulgação dos pedidos de isenção aceitos será publicada nessa terça-feira, 18 de abril. Os candidatos poderão entrar com recurso contra o resultado na quarta-feira (19) e o resultado dos recursos será publicado no dia 25 de abril.

Quem tiver o pedido indeferido, poderá gerar e pagar o boleto até 2 de maio. A divulgação das inscrições deferidas e indeferidas, bem como dos pedidos de atendimento diferenciado, será no dia 5 de maio, com interposição de recurso de recursos no dia 8 de maio e o resultado dos recursos no dia 10 de maio.

Os locais de provas serão divulgados no dia 17 de maio. Já o período letivo terá início no dia 7 de agosto.

Provas

As provas serão realizadas nas cidades de Alta Floresta, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Cáceres, Colider, Cuiabá, Diamantino, Juara, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra.

O Vestibular 2023/2 compreende duas fases: a primeira consta de quatro provas objetivas com questões sobre Ciências da Natureza e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias, e Linguagens, Códigos e suas tecnologias. Já a segunda etapa constitui-se de prova de redação.

As duas fases serão realizadas em fase única, no dia 4 de junho, das 8h às 13h.

Cursos disponibilizados na Unemat
  • Administração: Diamantino (Noturno), Juara (Noturno), Nova Mutum (Noturno), Sinop (Noturno) e Tangará da Serra (Matutino e Noturno)
  • Agronomia: Alta Floresta (Integral), Cáceres (Integral), Nova Mutum (Integral), Nova Xavantina (Integral) e Tangará da Serra (Integral)
  • Arquitetura e Urbanismo: Barra do Bugres (Integral)
  • Ciência da Computação: Barra do Bugres (Noturno), Cáceres (Matutino) e Rondonópolis (Noturno)
  • Ciências Biológicas: Alta Floresta (Noturno), Cáceres (Integral), Nova Xavantina (Noturno) e Tangará da Serra (Noturno)
  • Ciências Contábeis: Cáceres (Matutino), Nova Mutum (Noturno), Sinop (Noturno) e Tangará da Serra (Noturno)
  • Ciências Econômicas: Sinop (Noturno)
  • Direito: Alta Floresta (Noturno), Barra do Bugres (Noturno), Cáceres (Matutino), Diamantino (Noturno) e Pontes e Lacerda (Noturno)
  • Educação Física: Cáceres (Matutino) e Diamantino (Noturno)
  • Enfermagem: Cáceres (Integral), Diamantino (Integral) e Tangará da Serra (Integral)
  • Engenharia Civil: Nova Xavantina (Integral), Sinop (Integral) e Tangará da Serra (Integral)
  • Engenharia de Produção Agroindustrial: Barra do Bugres (Noturno)
  • Engenharia Elétrica: Sinop (Integral)
  • Engenharia Florestal: Alta Floresta (Matutino)
  • Geografia: Cáceres (Noturno) e Sinop (Noturno)
  • História: Cáceres (Noturno)
  • Jornalismo: Tangará da Serra (Noturno)
  • Letras: Cáceres (Noturno), Pontes e Lacerda (Noturno), Rondonópolis (Noturno), Sinop (Noturno) e Tangará da Serra (Noturno)
  • Matemática: Barra do Bugres (Noturno), Cáceres (Noturno) e Sinop (Noturno)
  • Medicina: Cáceres (Integral)
  • Pedagogia: Cáceres (Noturno), Juara (Noturno) e Sinop (Noturno)
  • Sistemas de Informação: Sinop (Noturno)
  • Turismo: Nova Xavantina (Noturno)
  • Zootecnia: Pontes e Lacerda (Integral, com aulas presenciais concentradas no turno matutino)