Twitter vai recomendar apenas usuários (e bots) verificados a partir de abril

234 0
Decisão comunicada por Elon Musk gerou revolta na maior parte dos internautas, que dizem que CEO quer a todo custo promover o Twitter Blue
Rafael Arbulu – TecMasters
Imagem: Shutterstock

A partir do dia 15 de abril, o Twitter usará a guia “Para Você” (For You) para recomendar apenas perfis e conteúdos de assinantes do Twitter Blue, a plataforma de assinatura que confere, entre outras coisas, o selo de verificação de usuários da rede.

Segundo tweet publicado pelo CEO Elon Musk, a ideia é “a única forma realista” de combater os “enxames” de perfis operados por inteligência artificial (IA) que “vem tomando o controle” da rede social. Estranhamente, porém, em um tweet subsequente, o CEO também afirmou que bots verificados também terão passe livre – desde que não estejam se passando por usuários humanos.

“A partir de 15 de abril, somente as contas verificadas serão elegíveis a aparecer nas recomendações da [guia] ‘Para Você’.

Essa é a única forma realista de contermos os enxames de bots avançados de inteligência artificial que vêm tomando conta. Sem isso, essa é uma luta perdida.

Votar nas enquetes também vai exigir a verificação por esse mesmo motivo.

Isso dito, está tudo bem ter bots verificados se eles seguirem os termos de uso e não se passarem por humanos.” – Elon Musk

Aqui vale uma ressalva: “bots verificados”, neste caso, refere-se a perfis dedicados a mascotes virtuais, como a “Lu do Magalu”, operada pela Magazine Luiza. Então há um contexto válido sobre isso.

Ainda assim, a notícia não foi bem recebida pela comunidade: influenciadores e criadores de conteúdo no Brasil e no mercado estrangeiro levantaram problemas como a possibilidade de isso encurtar o volume de engajamento de pessoas reais…

Outros preferiram responder ao próprio Musk, criticando a decisão:

https://twitter.com/alsoabouteve/status/1640539779090587651?s=20

Musk, como em todas as suas decisões, parece confiante apesar do rechaço vindo na maior parte das respostas ao seu tuíte. No entanto, vale citar que, desde o início de sua gestão, praticamente toda mudança implementada por Musk na empresa encontrou um volume imenso de confronto – desde a cobrança por verificação em dois passos (2FA) via SMS, o banimento de apps terceirizados que usassem a API da rede social e até o bloqueio à mera menção a plataformas rivais são todos pontos bem contenciosos para o atual CEO.