Mais Médicos: MT deve ter mais 300 novos profissionais para atender população

104 0
Por g1 MT
Mais Médicos Para o Brasil — Foto: André Ávila / Agência RBS

Mato Grosso deve ter até o final deste ano mais de 300 profissionais no programa Mais Médicos, segundo o governo federal, nesta segunda-feira (3).

Ao todo, 197 médicos já atuam na região e, com mais esse acréscimo, o número chega a 510 profissionais.

Segundo o governo, 1,8 milhão de pessoas são beneficiadas com esse atendimento.

Em maio, as inscrições foram abertas para contratar novos profisisonais no programa em todo o país. A prioridade inicial é para a convocação de profissionais brasileiros formados no país. Mas médicos formados no exterior, sejam eles nascidos no Brasil ou estrangeiros, também serão convocados, mas nas vagas remanescentes.

O Programa

O Mais Médicos foi criado em 2013, durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Atualmente, o programa conta com mais de 8 mil médicos.

O governo estima que “cerca de 45% das vagas estão em regiões de vulnerabilidade social”. Só neste ano, 117 médicos foram enviados para atuar em Distritos Sanitárias Indígenas (DSEIS), como no território Yanomami no começo deste ano.

O novo Mais Médicos

O edital do novo Mais Médicos foi publicado no dia 22 de maio. 34.070 profissionais se inscreveram – um recorde, de acordo com o governo federal.

Desses, 30.175 são brasileiros e outros 3.895 são médicos estrangeiros com registro no exterior.

Novidades no programa

Atualmente, o programa conta com mais de 8 mil médicos. Entre as novidades no novo edital, estão:

  • Tempo de contrato (de três para quatro anos).
  • Possibilidade de licença maternidade (seis meses) e paternidade (20 dias).
  • Especialização em medicina da Família e Comunidade e a possibilidade de mestrado em Saúde da Família.