Motorista acusado de matar a tiros empresário após discussão por farol alto vai a júri popular em MT

71 0
Por Márcio Falcão, TV Centro América e g1 MT
Maruan Fernandes Haidar Ahmed vai a julgamento nesta segunda-feira (19) — Foto: Redes sociais

O julgamento do motorista Maruan Fernandes Haidar Ahmed, acusado de matar um empresário em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, por causa de uma discussão sobre farol alto do carro, está marcado para esta segunda-feira (19). O crime ocorreu em um posto de combustível, em 2018.

O júri popular já foi remarcado por conta de um pedido da defesa. O réu, que está preso em Santa Catariana, participará do julgamento por videoconferência.

No Tribunal do Júri, a população poderá acompanhar presencialmente a sessão.

Relembre o caso

Fábio Batista da Silva, de 41 anos, foi morto a tiros em uma conveniência de um posto de combustível, em Rondonópolis, após uma discussão por causa de um farol alto, em novembro de 2018. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou a morte de Fábio no local.

O empresário tava no local com amigos e teria reclamado do farol alto da caminhonete de Maruan Fernandes Haidar Ahmed, que estava incomodando outros clientes do estabelecimento.

Fábio Batista da Silva, de 41 anos, foi morto a tiros em Rondonópolis — Foto: Reprodução
Fábio Batista da Silva, de 41 anos, foi morto a tiros em Rondonópolis — Foto: Reprodução

Ao pedir para que abaixasse a luz, Fábio voltou para a mesa da conveniência e foi atingido por um tiro e caiu no chão. Ahmed fugiu do local sem prestar socorro.