R$ 20 MIL EM TRANSFERÊNCIAS – Vereadora do PT é suspeita de montar esquema de “rachadinha”

112 0
Do: MidiaNews
Transferências foram feitas por chefe de gabinete entre setembro e dezembro do ano passado
A vereadora petista Edna Sampaio

A vereadora Edna Sampaio (PT) é suspeita de implantar um esquema de “rachadinha” em seu gabinete na Câmara de Cuiabá.

Conforme reportagem publicada pelo site RD News, comprovantes de transferências bancárias e conversas de WhatsApp indicam que parte dos recebimentos de uma servidora de seu gabinete foram parar nas contas da petista.

Conforme os documentos, no ano passado a parlamentar recebeu pelo menos R$ 20 mil em transferências feitas por sua então chefe de gabinete Laura Natasha Oliveira. As mensagens indicam que o dinheiro era referente à verba indenizatória que a servidora tinha direito.

Ainda segundo os comprovantes, as transferências ocorreram nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2022.

Laura Natasha foi exonerada no final do ano passado mesmo estando gestante e acabou sendo indenizada em R$ 70 mil. Ela ganhava R$ 7 mil de salário e mais R$ 5 mil de VI.

Ainda conforme o site, o marido de Edna, Willian Sampaio, ex-superintendente do Incra e ex-presidente regional do PT, teria feito cobranças a Laura Natasha pedindo o pagamento das verbas.

Um dos diálogos ocorreu em 27 de outubro. “Oi Laura. Você recebeu a VI do gabinete?”, questionou Willian. “Oi, já recebi e passei na conta da Edna”, respondeu a então chefe de gabinete cinco minutos depois.

No mês anterior, Willian havia mandado para a chefe de gabinete os dados bancários da esposa. Depois ele recebe de Natasha o comprovante da transferência de R$ 5 mil.

Há um outro diálogo sobre transferências. “A VI do gabinete já saiu?”, perguntou Willian. “Eu já passei para Edna e mandei o comprovante para ela”, respondeu Laura Natasha.

O marido da vereadora questiona se o repasse foi feito na conta bancária e a assessora envia o comprovante. “Obrigado”, finaliza Willian.

Numa outra conversa, Willian diz que está esperando o repasse da VI e que a vereadora pediu para Natasha fazer a transferência, e informa o número do Pix.

Passadas cinco horas, Laura Natasha diz que que a VI caiu e que iria fazer a transferência, enviando para ele o comprovante logo em seguida.

 

Veja as trocas de mensagens: