Polícia prende chefe do tráfico do Mato Grosso, que estava escondido no Complexo da Maré

105 0
Por Henrique Coelho e Leslie Leitão, g1 Rio e TV Globo
Gabriel Ítalo da Silva Costa (o mais alto, à esquerda), foi preso em uma operação no Complexo da Maré — Foto: Reprodução

Mais um chefe de facção vindo de outro estado foi preso, nesta quarta-feira (5), durante operação da polícia em favela do Rio de Janeiro. Gabriel Ítalo da Silva Costa, conhecido como Torto, é foragido da Justiça do Mato Grosso e foi preso no Complexo da Maré em uma ação conjunta da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Gabriel Ítalo da Silva Costa é responsável por fornecer drogas e armas à facção que controla o tráfico de drogas na Nova Holanda e no Parque União.

Entre os presos, quatro são suspeitos de integrar quadrilhas de grandes assaltos.

No momento da prisão, Torto ainda tentou se passar por outra pessoa usando um nome falso. No entanto, a polícia já havia identificado o seu verdadeiro nome.

Segundo a polícia do Mato Grosso, Torto tomou o controle de bocas de fumo de bairros de Cuiabá à força, após expulsar e até matar traficantes antigos da região, que não pertenciam a nenhuma facção.

O criminoso possui, pelo menos, quatro mandados de prisão por tráfico de drogas e homicídio. Nesta quarta ele ainda foi autuado em flagrante por associação para fins de tráfico, porte ilegal de arma de uso restrito e falsidade ideológica.