Cesta básica em Cuiabá é a segunda mais cara do país, diz pesquisa

81 0
Por g1 MT
Cesta básica em Cuiabá é a segunda mais cara no país — Foto: Fecomércio-MT

O preço da cesta básica em Cuiabá é o segundo mais caro do país, segundo o Instituto de Pesquisa e Análise (IPF) da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso (Fecomércio-MT). O valor na capital chegou a R$ 774,59 em fevereiro e só ficou atrás de São Paulo, com R$ 779,38.

Mesmo sendo a segunda mais cara do país, o custo da cesta básica no mês de fevereiro foi 3,65% mais barato se com parado com janeiro. Houve uma diminuição de R$ 29,37, segundo a pesquisa.

O estudo mostra que em meses anteriores, Cuiabá permanecia entre o 4º e 6º lugar. A alta começou nos dois primeiros meses do ano.

De acordo com a Fecomércio, os principais itens que contribuíram para a queda mensal no preço foi a batata, com recuo de -12,98%, e o tomate, com -20,04%. Ao todo, nove dos 13 produtos analisados tiveram uma diminuição do preço.

Em contrapartida, o leite e, consequentemente, a manteiga apresentaram aumento de 8,45% e 3,47%, respectivamente, acompanhado do arroz, com alta de 5,75%.

Segundo a Fecomércio, esse aumento pode significar a alta empregabilidade registrada em Mato Grosso, o que gera uma população com maior poder de compra e isso pode influenciar em uma inflação diferente de outros locais do país.

Outro fator, de acordo com o estudo, é a renda estar circulando mais, como mostra a crescente operações de crédito no estado e isso pode contribuir para uma alta no consumo e impactar na inflação do estado.

Além disso, o Instituto disse que o estado possui dependência do transporte rodoviário, que interfere na forma como os preços e as cadeias de produtos vão se comportar na região.