Motorista que caiu com carreta no Portão do Inferno deixa UTI

26 0
Do: Olhar Direto
Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

O motorista Daniel Francisco Sales, de 65 anos, deve deixar a UTI do Hospital Municipal de Cuiabá, nesta quinta-feira (12), de acordo com informações de familiares. Daniel ainda deve permanecer internado para passar por uma nova cirurgia. Ele sobreviveu após bater de frente no paredão e cair no Portão do Inferno, na MT-251, em Chapada dos Guimarães (a 64 km de Cuiabá), com a carreta que dirigia no momento do acidente.

O acidente aconteceu em 4 de maio e o veículo estava carregado com galões de água, que ficaram espalhados pela rodovia. Daniel caiu em uma área de difícil acesso e, por pouco, não despencou no precipício de 75 metros de profundidade. Ele precisou ser socorrido por uma aeronave do Ciopaer.

Daniel foi socorrido com vida e deu entrada com hemorragia interna no Hospital Municipal de Cuiabá. Ele ficou mais de uma semana na UTI. De acordo com os familiares, ele já consegue se comunicar.

Caminhão teria ficado sem freio

Ao Olhar Direto, uma sobrinha de Daniel afirmou que o caminhão ficou sem freio no momento do acidente. Imagens de câmeras de segurança do ponto turístico de Chapada dos Guimarães mostram que o veículo segue na contramão em alta velocidade.

Em determinado momento, o motorista joga o caminhão para o lado e bate em um dos paredões da rodovia. Logo em seguida, o veículo rompe a barreira de proteção da rodovia e as imagens mostram a queda no precipício.

O comandante do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário da Polícia Militar, tenente-coronel Adão César Rodrigues, afirmou que apenas uma análise técnica vai constatar as causas do acidente.