Testemunhas e vítimas de facções criminosas ganham proteção em novo programava lançado em MT

75 0
Por g1 MT
O termo foi assinado na última sexta-feira (16), no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), em Cuiabá — Foto: Assessoria Ministério Público

Um programa de testemunhas e vítimas de facções criminosas foi lançado pelo Ministério Público de Mato Grosso (MPMT). Podem fazer parte do programa pessoas que possuem informações importantes para desarticular esquemas. A criação do projeto foi assinado na última sexta-feira (16), no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), em Cuiabá.

O Programa de Proteção de Vítimas e Testemunhas Ameaçadas de Mato Grosso (Provita/MT) tem o objetivo de proteger as vítimas e responsabilizar os acusados em situações envolvendo facções criminosas e disputas por terra.

De acordo com o programa, as vítimas e testemunhas passam por uma fase de triagem, onde cada caso é ouvido e analisado. Em seguida, é feito um avaliação de risco sobre o local para onde elas serão levadas. Tudo isso é feito em sigilo para não colocá-las em riscos.