Funcionária de banco é investigada pela PF por desviar mais de R$ 700 mil para apostas esportivas em MT

95 0
Por g1 MT
De acordo com a PF, durante o cumprimento de mandado de busca, a mulher confessou o crime — Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta-feira (2), a Operação Tesouro Eletrônico que investiga uma funcionária da Caixa Econômica Federal, de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, que teria se apropriado de R$ 705 mil da instituição financeira. Foi cumprido um mandado de busca e apreensão contra a servidora.

A Caixa Econômica Federal informou por meio de nota que foi instaurado um processo de apuração de responsabilidade disciplinar e civil, cujo conteúdo é sigiloso, em observância a normas internas e externas aplicáveis.

De acordo com a PF, as investigações começaram no mês de maio, após o recebimento de uma denúncia encaminhada pela Caixa que relatou a falta de R$ 705.537,75 dos terminais de autoatendimentos da instituição. A Caixa realizou uma auditoria das quantias.

A PF disse que a mulher informou que utilizou o dinheiro para apostas esportivas — Foto: Polícia Federal
A PF disse que a mulher informou que utilizou o dinheiro para apostas esportivas — Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal informou que durante o cumprimento do mandado de busca, a investigada confessou o crime e disse que utilizou o dinheiro para a realização de apostas esportivas.

Segundo o delegado a PF, Jean Karlo dos Santos Lemos, o inquérito investiga os crimes de peculato e lavagem de dinheiro.

“Somadas as penas da investigada, ela pode ser condenada a 22 anos de prisão”, disse.