Polícia faz campanha para ajudar quatro crianças que presenciaram mãe sendo morta pelo pai em MT

86 0
Por g1 MT
Crianças agora estão sob a responsabilidade da tia, irmã da vítima — Foto: Polícia Militar/divulgação

A Polícia Militar de Mirassol d’Oeste, a 329 km de Cuiabá, lançou a campanha “Vamos Reconstruir um Lar” para ajudar a família de Pamela Cristina Nogueira da Silva Oliveira, de 30 anos, vítima de feminicídio em Araputanga, a 371 km de Cuiabá, no último domingo (21).

A vítima foi assassinada pelo ex-marido na frente dos quatro filhos. As crianças agora estão sob a responsabilidade da tia, irmã da vítima, que conta com a ajuda de doações de roupas, alimentos ou qualquer quantia em dinheiro para conseguir arcar com as despesas básicas.

O 17º Batalhão de Mirassol, que acompanhou o caso da família, que a equipe irá recolher as doações. As pessoas também podem deixar em qualquer unidade da Polícia Militar dos 11 municípios da região.

Pamela Cristina Nogueira da Silva Oliveira, de 30 anos, foi morta a facadas pelo ex-marido  — Foto: Reprodução
Pamela Cristina Nogueira da Silva Oliveira, de 30 anos, foi morta a facadas pelo ex-marido — Foto: Reprodução
O feminicídio

O ex-marido de Pamela, suspeito de ter cometido o crime, confessou à Polícia Civil que havia premeditado o homicídio por ciúmes da vítima. Ele foi localizado horas depois, na MT-339, em São José dos Quatro Marcos, a quase 30 km de Araputanga, após ter fugido.

De acordo com a Polícia Militar, as equipes foram acionadas por Pamela após o ex-marido ser visto na frente da casa dela. Ela já possuía uma medida protetiva contra ele.

Ao chegar no local, a polícia disse que não encontrou Pamela e nem o suspeito. As equipes fizeram rondas e foram avisados por moradores que havia uma mulher em uma casa ferida com golpes de faca.

Faca utilizada no crime — Foto: Reprodução
Faca utilizada no crime — Foto: Reprodução

Segundo a polícia, havia várias pessoas na avenida em frente a casa, e, em seguida, os filhos de Pamela contaram que o pai matou a mãe. A vítima foi encontrada ainda com sinais vitais e encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos feirmentos.

Após o crime, o homem fugiu da cidade, mas foi localizado horas depois na MT-339. Com ele, foram encontradas três munições, dois celulares e uma faca.