Integrante do Coral da UFMT é afastado por suspeita de importunação sexual e perseguição contra colega

99 0
Por Rogério Júnior e Suelen Alencar, g1 MT e Centro América FM
Integrante do Coral da UFMT é afastado por suspeita de importunação sexual — Foto: Ascom

Um homem de 34 anos, integrante do Coral da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), foi afastado suspeito de importunação sexual e perseguição contra uma mulher, de 26 anos, também integrante do grupo musical. O caso veio à tona nesta terça-feira (2).

Em nota, a UFMT informou que a Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev) e o Coral decidiram afastar preventivamente o acusado e aguardam a conclusão das investigações para que demais providências sejam tomadas.

Segundo a Polícia Civil, o crime teria ocorrido no dia 15 de março deste ano, mas somente foi comunicado à polícia no dia 27 de abril.

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher instaurou inquérito policial e investiga o crime como importunação sexual e perseguição.

A universidade ressaltou que qualquer estudante que presencie alguma ação suspeita pode acionar a vigilância do câmpus pelo telefone (65) 3615 8065.