Preso suspeito de matar segurança durante roubo no Sesi Papa em Cuiabá

82 0
Por g1 MT
Suspeito é preso por matar segurança durante roubo em Cuiabá — Foto: Polícia Civil/MT

Um homem de 27 anos foi preso, nessa quarta-feira (19), suspeito de matar o segurança Helton Angelo Vobeto, de 49 anos, durante um roubo enquanto ele trabalhava no estacionamento do Serviço Social da Indústria (Sesi) Papa, em Cuiabá, de acordo com a Polícia Civil. Um segundo envolvido foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Os policiais encontraram o suspeito em uma casa em Várzea Grande, região metropolitana da capital. No local, foi apreendida uma arma que pode ter sido usada no crime, mas, conforme a polícia, somente um exame pericial pode confirmar essa relação.

Ele contou à polícia que outro suspeito, de 34 anos, tinha emprestado a motocicleta usada no crime. Os agentes encontraram o segundo envolvido na região do Grande CPA, onde foi apreendido um revólver com numeração raspada e com munições. Também foi encontrado um documento de um carro, que foi localizado escondido em uma casa em outro bairro.

Durante a prisão, o suspeito de 27 anos chegou a resistir à abordagem da polícia e jogou um celular no matagal, mas os policiais conseguiram recuperar.

Segundo a polícia, ele é suspeito de cometer outros dois roubos a vigilantes em Cuiabá, um contra um hotel e outro contra uma autarquia pública. Ele atuou da mesma maneira nos três delitos, sempre conduzindo uma motocicleta vermelha, sem placa, e dizendo ser entregador, com uma caixa térmica de cor vermelha.

Conforme a investigação, ele atuou da mesma forma nos três roubos, conduzindo uma motocicleta vermelha, sem placa, se fazendo passar por funcionário de plataforma de entregas e com uma caixa térmica, de cor vermelha.

Os dois foram encaminhados para a delegacia, junto com o material apreendido.

Entenda o caso

No sábado (8), uma testemunha ouviu três disparos de arma de fogo e, pouco depois, encontrou o corpo de Helton caído no estacionamento, já sem vida e com um tiro nas costas, segundo a Polícia Militar.

O segurança de outra guarita contou à polícia que viu um suspeito em uma motocicleta vermelha, sem placa e com capacete branco florido. O homem carregava uma caixa térmica na garupa e saiu do local em alta velocidade, segundo a polícia.

O chefe do setor informou aos policiais que Helton trabalhava com um revólver calibre 38 e a arma não foi encontrada após o crime.