Pai é preso por amarrar e causar queimaduras no filho de 7 anos em MT

58 0
Por g1 MT
Foto: Polícia Civil

Um homem, de 35 anos, foi preso preventivamente nesta quinta-feira (20) por torturar o filho de sete anos em Juína, a 737 km de Cuiabá, de acordo com a Polícia Civil. O laudo pericial indicou que o garoto tinha sinais de amarras nos punhos e marcas de queimaduras no corpo.

A polícia recebeu uma denúncia do Conselho Tutelar no final de março deste ano. O menor foi encaminhado para exame de corpo de delito, que confirmou as torturas sofridas, e ele foi retirado do convívio dos pais.

De acordo com investigação da polícia, o pai amarrava o filho por horas seguidas como punição, além de sofrer agressões na cabeça com cabo de vassoura e ser queimado com uma colher quente. Outros sinais de agressões mais antigos também foram encontrados durante o exame.

A equipe da escola onde a criança estuda confirmou os relatos do menor e a perícia corroborou o tratamento que ele recebia dos pais.

A polícia informou que a mãe dele também é investigada por não tomar atitudes para proteger o filho. A polícia investiga o caso.