Crime no Consil – Assassino confesso não participa da 1ª audiência sobre o caso

72 0
Do: MidiaNews
Carlos Alberto Bezerra admitiu ter matado sua ex Thays Machado e o namorado dela, William Moreno
Carlos Alberto Gomes Bezerra (detalhe) atirou nas vítimas no dia 18 de janeiro

O empresário Carlos Alberto Gomes Bezerra não participou da primeira audiência de ação penal a respeito dos assassinatos da servidora pública Thays Machado e do namorado dela, William Cesar Moreno.

Segundo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o assassino confesso exerceu seu direito de permanecer calado.

A audiência de instrução foi conduzida pela juíza da 1ª Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Cuiabá, Ana Graziela Vaz de Campos.

Havia oito testemunhas marcadas para serem ouvidas nesta segunda-feira (3). Sete delas prestaram depoimento e uma desistiu.

O empresário Carlos Alberto Gomes Bezerra não participou da primeira audiência de ação penal a respeito dos assassinatos da servidora pública Thays Machado e do namorado dela, William Cesar Moreno.

Segundo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o assassino confesso exerceu seu direito de permanecer calado.

A audiência de instrução foi conduzida pela juíza da 1ª Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Cuiabá, Ana Graziela Vaz de Campos.

Havia oito testemunhas marcadas para serem ouvidas nesta segunda-feira (3). Sete delas prestaram depoimento e uma desistiu.

Agora o processo vai com vista ao Ministério Público do Estado (MPE) para memoriais finais escritos, depois para o assistente de acusação e por fim à defesa do acusado.

Carlos Alberto é filho do ex-deputado federal Carlos Bezerra.

 

O crime

Os assassinatos ocorreram em frente ao edifício Solar Monet, no Bairro Consil, no dia 18 de janeiro.

Thays Machado e seu namorado, Willian Moreno, foram até o edifício, onde mora a mãe da advogada, para deixar um veículo na garagem.

Ao sair na portaria para aguardar a chegada de um veículo de transporte por aplicativo, as vítimas foram surpreendidas pelo assassino, que conduzia um Renault Kwid, e passou a fazer os disparos contra o casal, que morreu ainda no local.

Thays foi atingida por três disparos, sendo dois nas costas e um na altura do quadril. Willian foi atingido com três disparos no peito e um no braço.

Bezerra foi preso horas depois do crime e confessou à Polícia ter cometido os assassinatos. Ele namorou Thays por dez anos, até ser rejeitado.