Campo Verde poderá ter campus do IFMT em 2024Campo Verde poderá ter campus do IFMT em 2024

70 0
De: Prefeitura Municipal de Campo Verde

De acordo com o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT), professor Júlio Cesar Santos, Campo Verde poderá contar com um campus independente da instituição a partir do próximo ano.

Segundo ele, as tratativas estão bastante avançadas e até o final deste ano a proposta deve ser aprovada pelo Ministério da Educação. “Nós estamos em fase de planejamento, em uma parceria com o Ministério da Educação, com a SETEC, que já sinalizou positivamente apoiando o projeto e temos a expectativa de consolidar esse projeto durante o ano de 2023 com a possibilidade real e concreta, mas ainda não consolidada, que em 2024 nós tenhamos o IFMT Campus Campo Verde”, explicou o reitor.

Ele explicou que, inicialmente o Campus do IFMT em Campo Verde funcionará na estrutura onde atualmente está o Centro de Referência do Campus São Vicente, no Residencial Belvedere, e que deverá ser ampliada posteriormente. “A partir da criação do Campus, nós teremos que aumentar a oferta de cursos”, informou o reitor (na foto com o prefeito Alexandre Lopes de Oliveira).

Ele também explicou que um campus independente deve ter, obrigatoriamente, no mínimo 800 alunos. Atualmente o Centro de Referência de Campo Verde atende 660 [alunos] com potencial, segundo o reitor, de chegar até 1,2 mil. “Essas novas vagas seriam, especificamente, prioritariamente, para os cursos técnicos integrados ao ensino médio”, informou o reitor.

O prefeito Alexandre Lopes de Oliveira destacou que o Município de Campo Verde tem se empenhado na conquista de um campus próprio, o que aumentará o acesso da população local e também de outros municípios à uma formação de qualidade. “E fará com que isso ofereça para a população de Campo Verde um novo momento do ponto de vista de formação, considerando que hoje temos alguns cursos oferecidos por essa unidade que são bastante procurados, como o de agronomia, devido à nossa vocação agrícola”, disse ele.

Instalado no bairro Belvedere, o Centro de Referência oferece atualmente os cursos de agronomia noturno, agronomia integral, tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas, e técnico em informática integrado ao ensino médio.

“Certamente a transformação desse Centro de Referência em Campo Verde para campus fará com que a gente entre numa nova era do ponto de vista de ensino profissional, de ensino superior gratuito”, destacou o prefeito.