Alunos haitianos denunciam racismo no restaurante da UFMT

151 0
Do: MidiaNews
Grupo estava comendo e conversando quando jovem apareceu oferecendo sobras de frango
Lateral do Restaurante Universitário da UFMT

Estudantes haitianos, que preferiram não se identificar, denunciaram que foram vítimas de racismo no Restaurante Universitário (RU) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), no dia 17 de abril.

Conforme o relato, publicado na página do Departamento de História da unidade, uma aluna ofereceu os restos de comida que estavam no seu prato ao grupo de alunos haitianos, enquanto eles faziam a sua refeição no RU.

“Estávamos comendo, conversando e fazendo piadas em nossa língua, de repente uma menina saiu de bem longe e veio nos perguntar se queríamos comer os restos de frango que sobraram no seu prato”, diz trecho do relato.

“Por mais pobre que o Haiti seja não precisamos do favor de ninguém, entramos aqui por nosso mérito, isto não é um favor. Concursamos nossas vagas com pessoas de todos os países da América”, diz outro trecho da publicação.

O caso gerou comoção e indignação entre os estudantes da universidade.

O Programa de Pós -Graduação em História da UFMT publicou uma nota de repúdio sobre o caso.

“Os atos de racismo contra estudantes negros e estrangeiros são profundamente lamentáveis e nos lembram da necessidade sempre urgente da sociedade brasileira, em especial, da universidade discutir profundamente o racismo e toda e qualquer forma de discriminação”, diz trecho.

A gerência do Restaurante Universitário também se manifestou sobre o caso. “A estes estudantes e a todos aqueles que são atravessados diariamente pelo preconceito estrutural prestamos nossa solidariedade. Nesse sentido, juntamos nossa voz ao coro que diz NÃO ao racismo ou a qualquer tipo de violência e violação de direitos humanos”.

Os estudantes vítimas de racismo lamentaram a falta de conhecimento básico sobre o seu país. “As pessoas não se informam sobre o Haiti e ficam perguntando para nós onde fica. Perguntaram se fica na África, (gente tem o google)! Haiti é no Caribe”.

“Viemos aqui para estudar e estamos estudando com muito respeito, seja para a instituição, mas também para todas as pessoas que estão ao nosso redor”.

A Gerência do Restaurante Universitário (RU) se manifestou de forma oficial por meio de nota. Confira na íntegra:

A Gerência do Restaurante Universitário (RU) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Câmpus de Cuiabá, informa que tomou ciência de episódio associado à racismo no refeitório da unidade e empreendeu apurações para se manifestar com segurança a respeito às vítimas. As medidas contemplam a prestação de solidariedade aos usuários do restaurante que tiveram seus direitos violados com a compreensão de que a  universidade pública é um espaço plural de produção de conhecimento e formação de cidadãos.

Veja: