Veja quem são os envolvidos no suposto esquema na Saúde de Cuiabá

61 0
Por Davi Vittorazzi, g1 MT
Deccor-MT — Foto: Luiz Vieira

Durante a segundo fase da “Operação Hypnos”, que ocorreu na manhã desta quarta-feira (8), a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor), cumpriu dois mandados de prisão, suspensão do exercício de função pública de três servidores da Central de Abastecimento Farmacêutico da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) e a suspensão do exercício de atividade de natureza econômica da empresa Remocenter – Remoções e Serviços Médicos Ltda.

De acordo com a Polícia Civil, o suposto esquema teria se instalado na Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), em 2021. As investigações apontaram que, o esquema consistia na inserção de dados falsos no sistema de informações da Saúde e na ocultação de documentos. Com isso, era feita a aquisição falsa de medicamentos superfaturados da empresa Remocenter.