Polícia cumpre mandados contra grupo investigado por tortura e organização criminosa na capital

86 0
Por g1 MT
Operação contra investigados pelos crimes de tortura e organização criminosa na capital — Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil cumpriu, na manhã desta quarta-feira (29), durante a operação Égide, três mandados judiciais de prisões preventivas e quatro buscas e apreensões, contra investigados pelos crimes de tortura, organização criminosa e lesão corporal em Cuiabá.

De acordo com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), os crimes ocorreram em junho do ano passado, após uma vítima ser atraída para trabalhar como caseiro de uma chácara na região do Morro de São Jerônimo, área rural da capital.

A vítima de 39 anos, foi procurada por um amigo do dono da propriedade rural, e depois de alguns dias trabalhando, solicitou para deixar o local, quando foi brutalmente agredido pelo dono da chácara, e outras três pessoas.

Durante a investigações, a GCCO apurou que os envolvidos são integrantes de uma facção criminosa e responsáveis por praticar torturas na região do bairro Doutor. Fábio, em Cuiabá. Além disso, a apuração identificou que o proprietário da chácara também agrediu uma segunda vítima, quando foi preso em posse de uma arma de fogo.

A operação contou com apoio das Delegacias Especializada em Crimes Fazendários (Defaz) e de Combate à Corrupção (Deccor).