Motorista de acidente que matou DJ em MT é condenado a 7 anos de prisão

72 0
Por TV Centro América
Marina era DJ e se apresentava com o nome de DJ Bibi Perigosa em festas em Mato Grosso — Foto: Arquivo Pessoal

O motorista que dirigia a caminhonete envolvida no acidente que matou a DJ Marina Centena, de 17 anos, em Sinop, no norte do estado, em 2020, foi condenado a sete anos e 11 meses de prisão.

O acidente ocorreu em abril de 2020. O motorista bateu em um caminhão parado na Rua dos Angicos. Além dele, havia cinco pessoas no veículo, entre elas, a Marina, que morreu na hora.

A Justiça condenou o réu pelos crimes de homicídio culposo contra Marina e lesão corporal culposa contra os outros cinco ocupantes do veículo, além de embriaguez ao volante.

DJ estava em caminhonete que bateu em caminhão em Sinop — Foto: Plantão Policial Sinop
DJ estava em caminhonete que bateu em caminhão em Sinop — Foto: Plantão Policial Sinop

Conforme a decisão, o motorista da caminhonete, que tem 23 anos, ainda ficará impedido de dirigir por três anos e oito meses. Ele deverá cumprir a pena em regime semiaberto, mas poderá recorrer em liberdade.

A caminhonete envolvida no acidente pertencia à família da ex-prefeita Rosana Martinelli e o filho dela também ficou ferido.

À época do acidente, a polícia encontrou duas garrafas de uísque e uma de vodka dentro do automóvel, além de uma porção de maconha.

Segundo informações repassadas para a polícia, Marina estava sentada no colo de uma pessoa no carona no banco da frente da caminhonete.

A jovem trabalhava como DJ e se apresentava com o nome de ‘DJ Bibi Perigosa’ em festas no estado.