Casal é preso suspeito de aplicar golpe do bombeiro mirim em MT

86 0
Por g1 MT e TV Centro América
Segundo a polícia, as primeiras aulas chegavam a ser realizadas, mas suspeitos fugiam com o dinheiro antes do término do curso. — Foto: Reprodução/Instagram

Uma mulher, de 36 anos, e um homem, de 29 anos, estão presos preventivamente, conforme decisão da Juatiça, por suspeita de aplicar golpes em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, por meio de uma instituição de ensino. Segundo a Polícia Civil, eles enganaram famílias oferecendo um curso de “bombeiro mirim” para crianças e adolescentes, mas fugiam com o dinheiros após as primeiras atividades.

De acordo com a delegada Jéssica Assis, a investigação começou depois que vários pais registraram boletim de ocorrência e relataram a situação. Na última sexta (17), segundo a responsável pelo caso, o casal tentou alugar uma sala em uma instituição de ensino do município, momento em que a polícia foi até o local e conseguiu prender ambos em flagrante. Na bolsa da mulher, foram encontrados contratos assindados por pais e responsáveis interessados em participar das atividades.

g1 tenta contato com a empresa investigada pela polícia e que os suspeitos presos faziam parte.

Os suspeitos anunciavam o suposto curso em rede sociais e, para dar credibilidade ao golpe, segundo a polícia, alugavam salas em lugares importantes na cidade, faziam reuniões, mas, depois do início das aulas, desapareciam, ainda de acordo com as investigações, que tentam localizar outros envolvidos no crime.

O casal, ainda conforme a polícia, possui um CNPJ válido, mas com Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de outras atividades. A polícia informou ainda que há indícios de que esse golpe é aplicado em cidades de todo o Brasil, com vários envolvidos, e a investigação pode ganhar uma proporção maior.

Curso pelo Corpo de Bombeiros

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, a corporação oferece um curso chamado “Bombeiros do Futuro”, gratuito e que tem como objetivo motivar crianças e adolescente a frequentar as salas de aula, além de estimular o envolvimento em práticas sociais, culturais, recreativas, esportivas e cívicas.

No projeto, os alunos também recebem instruções sobre combate a incêndios, salvamento aquático, mergulho, salvamento em altura, bem como hierarquia e disciplina, ordem, sobrevivência na selva, primeiros socorros, higiene pessoal, sexualidade, civismo e cidadania.