Polícia cumpre mandados contra organização criminosa envolvida em sequestro, homicídio e ocultação de cadáver em MT

93 0
Por g1 MT
Operação cumpriu dez mandados de prisão e busca e apreensão em Barra do Garças. — Foto: Polícia Civil

Na manhã desta quinta-feira (2), a Polícia Civil cumpriu, durante Operação Argos, dez mandados de prisão e busca e apreensão contra uma organização criminosa envolvida em sequestro, homicídio e ocultação de cadáver, de Diego Borges de Oliveira, de 28 anos, em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações começaram após o desaparecimento do jovem, que aconteceu na madrugada de 25 de dezembro no município.

Segundo o delegado Borges Rigo, o crime foi cometido a mando de uma facção criminosa, com cinco integrantes, depois que a vítima foi fotografada fazendo, supostamente, um símbolo numérico atribuído a um grupo rival.

Sequestro

Diego foi sequestrado por integrantes de uma organização criminosa, na madrugada de 25 de dezembro.

Ainda de acordo com a polícia, no dia seguinte ao desaparecimento, o pai da vítima registrou boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do filho, e relatou que o jovem nunca ficava sem dar notícias.

Familiares também relataram que foram informados, por meio de ligação anônima, que o jovem teria sido morto e seu corpo ocultado por integrantes da facção criminosa.

A vítima trabalhava formalmente em uma fazenda (carteira assinada) e deveria ter voltado ao trabalho no dia 27 de dezembro, informou a polícia.

Material encontrado durante a operação.  — Foto: Polícia Civil
Material encontrado durante a operação. — Foto: Polícia Civil