Filho de deputado de MT rastreava ex-namorada por GPS e monitorava contatos e amigos da vítima, segundo polícia

82 0
Por g1 MT
Carlos Alberto Gomes Bezerra é suspeito de ter matado ex mulher e o atual dela — Foto: Reprodução

Carlos Alberto Gomes Bezerra, de 57 anos, filho do deputado federal Carlos Bezerra (MDB), indiciado pelos assassinatos de Thays Machado e Willian César Moreno, que aconteceu no dia 18 de janeiro, em Cuiabá, tinha informações detalhadas de onde estava a ex-namorada. As informações foram divulgadas pelo delegado Marcel Oliveira, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), nesta segunda-feira (30).

De acordo com o delegado, foram encontrados 71 prints de localizações dos lugares que a vítima frequentava. Carlos fazia o download no celular dele e, depois, imprimia a geolocalização. O investigado instalou os programas quando ainda se relacionava com a vítima.

Thays Machado foi assassinada a tiros pelo ex companheiro — Foto: Redes sociais
Thays Machado foi assassinada a tiros pelo ex companheiro — Foto: Redes sociais

Além disso, os investigadores encontraram um caderno onde tinha as anotações com datas e locais que os aparelhos foram instalados. Assim, ele poderia saber até quanto tempo de bateria duraria os aparelhos de monitoramento. A Polícia Civil fez buscas na casa de Carlos e encontrou o material.

O delegado ainda descreve que em outros momentos, Carlos tentou intimidar a vítima quando saía.

“Por todas as testemunhas que foram ouvidas nos autos, uma chama a atenção. Entre setembro e outubro de 2022, eles tinham rompido a relação e a vítima tinha ido com amigos de trabalho para um Pub. Coincidentemente, ele estava na frente do Pub e ao sair [a mulher], ele jogou o carro contra ela”, disse.

Relembre o caso

Thays havia feito um boletim de ocorrência contra Carlos e, de acordo com a polícia, o crime aconteceu quando ela estava no prédio para devolver o carro que havia emprestado da mãe usado para buscar o namorado no aeroporto.

Câmeras de segurança registraram as vítimas caminhando juntas momentos antes de serem assassinadas.

De acordo com o delegado Marcel, o acusado premeditou o assassinato e agiu por ciúmes, sendo motivado pela “emoção de vê-la se relacionando com outro homem”.

De acordo com o delegado, familiares de Thays foram ouvidos e afirmaram que o suspeito era “extremamente ciumento e possessivo”. Ele e a vítima mantinham um relacionamento há alguns anos, entre idas e vindas. O término mais recente ocorreu há cerca de 45 dias e ela estava com o novo namorado há menos de um mês.

Indiciado

Carlos Alberto Gomes Bezerra, filho do deputado federal Carlos Bezerra (MDB), foi indiciado pela Polícia Civil, na última sexta-feira (27), por assassinar o casal a tiros em Cuiabá. Ele também deve responder por feminicídio, uma vez que a vítima era ex mulher dele.

Carlos Alberto Gomes Bezerra é suspeito de ter matado ex mulher e o atual dela. — Foto: Reprodução
Carlos Alberto Gomes Bezerra é suspeito de ter matado ex mulher e o atual dela. — Foto: Reprodução