Adolescentes de Campo Verde são contempladas com kits do Projeto Conectividade

375 0
De: Prefeitura Municipal de Campo Verde

Duas adolescentes de Campo Verde receberam na manhã desta quarta-feira (26) o kit para participação no Projeto Conectividade – uma iniciativa do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), em parceria com a Associação para Desenvolvimento Social dos Municípios do Estado de Mato Grosso e apoio da Secretaria de Assistência Social do município.

O projeto consiste em proporcionar inclusão digital e formação de competências entre os adolescentes, trabalhando eixos como: igualdade de gênero, prevenção e gravidez não intencional na adolescência, enfrentamento ao racismo e outras formas de violências, e mudanças climáticas.

Jaciana Michele Barbosa da Silva e Pabliniy Vitória Farias Castro foram selecionadas pelo projeto e contempladas com um kit, cada uma delas, contendo: um smatphone, um cartão pré-pago para uso da internet durante 6 meses, bloco de anotações e caneta. A entrega foi feita na Prefeitura Municipal, com a presença do prefeito Alexandre Lopes, a primeira-dama e secretária de Assistência Social Rosilei Pereira Borges de Oliveira, a articuladora do Selo Unicef no município, Hindianara Luana, e o mobilizador do NUCA (Núcleo de Cidadania de Adolescentes), Charles Pierre.

A partir de agora, as duas adolescentes participarão de atividades on-line e desafios interativos que serão realizados pela equipe do Projeto Conectividade. Elas estarão representando Campo Verde, contribuindo com a gestão do município.

“Fizemos a indicação de quatro adolescentes e, neste primeiro momento, dois nomes foram os escolhidos para integrar o Projeto. Nós, da Assistência Social, ficamos felizes com esta iniciativa, porque entendemos que é necessário ouvir os jovens para conhecer as necessidades deles. Eles terão mais vozes e serão cada vez mais ouvidos”, destacou a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Rosilei Pereira Borges de Oliveira.

Para a articuladora do Selo Unicef no município, Hindianara Luana, o Projeto vai conectar os adolescentes através de pautas e debates com temas nacionais, oferecendo a eles mais suporte e ferramentas. “Os adolescentes terão a oportunidade de responder quiz e participar de programações específicas, discutindo questões importantes para o desenvolvimento deles. Poderão, inclusive, identificar as fragilidades e contribuir para as melhorias”, explica.