Mulher é amarrada e torturada durante 4 horas na casa dela por assaltantes que queriam senhas bancárias em MT

33 0
Por g1 MT
Polícia Militar atendeu a ocorrência — Foto: PM-MT

Uma mulher de 42 anos foi amarrada e torturada por quatro horas, dentro da casa dela, por assaltantes que queriam a senha dos cartões bancários da vítima enquanto roubavam eletrônicos e dinheiro da casa dela, no Bairro Residencial Bispo Casaldaglia, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. O crime foi nessa quinta-feira (14).

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima relatou que chegava em casa, por volta das 19h30, e abria o portão quando foi rendida por dois assaltantes, que usavam touca ninja para esconder o rosto. Um deles estava armado.

Os suspeitos teriam chego a pé e entraram na casa com a mulher. Eles amarraram os braços da vítima e a mantiveram refém por quatro horas.

Enquanto estava amarrada, a moradora foi agredida com socos, chutes e coronhadas da arma na cabeça e no corpo. Ela ficou com diversas lesões, hematomas e inchaços pelo corpo.

As agressões começaram para que os suspeitos conseguissem as senhas dos cartões bancários da mulher para os criminosos fazerem uma transferência via PIX.

Eles roubaram duas TVs, uma de 50 e outra de 40 polegadas, um celular, joias e R$ 500 em dinheiro, que colocaram em um carro e fugiram.

Depois que um dos criminosos deixou a casa com o carro, o outro continuou na residência torturando a vítima.

Os suspeitos mantinham contato por telefone com outros comparsas.

A vítima conseguiu aproveitar um momento de distração do assaltante para correr até a frente da casa dela e gritar por ajuda. O criminoso que estava a torturando fugiu por um matagal.

A Polícia Militar fez buscas na região, mas não conseguiu encontrar os dois suspeitos. A vítima foi encaminhada para a Delegacia de Rondonópolis para as medidas necessárias serem tomadas.