Meia tonelada de “pó” – Defeito técnico em jato causou a descoberta do carregamento de cocaína

36 0
Mecânico desmonta fuselagem onde estava armazenado carregamento de cocaína

Foi um defeito técnico no jato da marca Falcon, prefixo CS-DTP, que possibilitou a descoberta, em fevereiro do ano passado, do carregamento e 578 quilos de cocaína, que seria traficada para Portugal.

As investigações da Polícia Federal resultaram na Operação Descobrimento, e na prisão, entre outros, do ex-secretário de Estado Nilson Borgato e do lobista Rowles Magalhães, de Mato Grosso, e mais 41 mandados.

Ao fazer uma conexão em Salvador (BA), antes de rumar para a Europa, o piloto notou um defeito técnico, que impedia o desligamento do motor 3. Imediatamente, ele acionou a empresa de manutenção da aeronave.

Foi então que os mecânicos, ao fazerem uma vistoria, encontraram tabletes contendo substâncias análogas a entorpecentes.

O fato foi informado ao comandante e a PF foi acionada. Em seguida, após testes, ficou comprovado que a substância era cocaína.

A PF não esclareceu se o defeito foi causado em função do armazenamento da droga na fuselagem da aeronave.