Filho de radialista é preso em MT suspeito de matar o pai e atirar contra a mãe no PR

41 0
Por g1 MT
Antônio Beckhauser trabalhava como radialista há mais de 20 anos — Foto: Rádio Difusora

O filho do radialista Antônio Beckhuser foi preso nesta quarta-feira (6) em Nova Mutum, a 269 km de Cuiabá, suspeito de ser o mandante do assassinato do pai. O crime ocorreu em setembro de 2021 na cidade de Ubiratã (PR).

A prisão foi feita pela Polícia Civil, em cumprimento ao mandado de prisão expedido depois de investigações pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio praticados contra os próprios pais.

Antônio Beckhauser morreu aos 56 anos. Ele trabalhava há mais de 20 anos como radialista.

No dia do crime, a esposa e o filho do radialista também foram atingidos pelos disparos, mas foram socorridos com vida.

Segundo a Polícia Civil de Mato Grosso, durante o cumprimento do mandado de prisão, o homem foi flagrado, junto com o comparsa e detido também por suspeita de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Em seguida, uma investigação da Polícia Civil do Paraná identificou o filho como o mandante do crime.

Segundo as investigações, o crime foi encomendado devido ao interesse do suspeito na herança e na venda de um imóvel da família.

As investigações mostraram que para simular um possível latrocínio, o filho do casal também foi atingido.

Contato e prisão

A Delegacia de Roubos e Furtos de Mato Grosso (Derf) disse que recebeu a informação de que o mandante dos crimes estaria morando no estado. O filho do radialista foi localizado em Nova Mutum. Segundo os policiais, a casa em que ele morava já era investigada por tráfico de drogas.

Ele foi preso ao sair de casa.

Na residência, a polícia encontrou porções de maconha e de pasta base de cocaína.