Alunos de Escola Militar planejavam comprar armas para atentado em Sinop

46 0
Do: Olhar Direto
Uma das mães descobriu conversa em celular do filho

Mães de dois alunos da Escola Militar Tiradentes em Sinop (a 513 km de Cuiabá) procuraram a coordenação da unidade após encontrarem conversas no celular dos filhos, dando a entender que eles planejavam cometer um atentado no local.

De acordo com o boletim de ocorrência, as mães comunicaram sobre a situação nessa segunda-feira a (4). Um dos jovens pediu informações a outro aluno da Escola Militar Tiradentes do município sobre como comprar uma arma pela internet.

Os alunos foram ouvidos pelo Conselho Tutelar e alegaram que a conversa sobre a suposta “ação de violência na escola”, como narra o BO, foi uma brincadeira “envolvendo sarcasmo”.

A Escola Militar Tiradentes vai apurar a situação e os estudantes serão acompanhados pelo Conselho Tutelar de Sinop, que vai oferecer atendimento individualizado aos jovens.

A PM informou que por se tratar de situação envolvendo menores de idade, sem prisão ou apreensão de suspeitos, o caso foi encaminhado para o Conselho Tutelar e também será acompanhado pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc).