Gerente de posto é preso suspeito de comercializar gasolina com 70% de etanol na composição em Várzea Grande (MT)

50 0
Por g1 MT
Fiscais constataram combustível adulterado em posto em Várzea Grande (MT) — Foto: Reprodução/TV Integração

O gerente de um posto de combustível localizado no loteamento Construmat, no Bairro o Ponte Nova, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, foi preso nessa quarta-feira (9) suspeito de comercializar gasolina com até 70% de etanol na composição.

Uma resolução da Agência Nacional do Petróleo (ANP) determina que a gasolina deve ter apenas 27% de etanol combustível.

De acordo com a ANP, a venda do produto fora das especificações legais prejudica o consumidor que opta por abastecer com gasolina, que custa mais que o etanol e rende mais. A adulteração também causa o desgaste prematuro de peças e problemas mecânicos no automóvel.