Escassez de óleo de girassol devido à guerra na Ucrânia aumenta procura por óleo de soja produzido em MT

95 0
Por g1 MT
Recorde exportações Uberlândia 2021 agronegócio produção óleo soja derivados agronegócio agricultura 02/02/2022 — Foto: TV Integração/Reprodução

A guerra na Ucrânia e Rússia impactou no aumento na demanda internacional por óleo. A Ucrânia produz e exporta óleo de girassol e, agora, com o conflito, os países que consomem o produto em grande escala, como a China e Índia, estão buscando alternativas e uma delas é o óleo de soja.

Os preços de óleo de soja apresentaram aumento de quase 15% % na primeira quinzena deste mês em relação à média de fevereiro, segundo o boletim do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea). O valor se refere ao período da primeira quinzena deste mês comparado com a média registrada em fevereiro deste ano.

A valorização do óleo de soja mato-grossense se deve à guerra entre a Rússia e Ucrânia

As exportações brasileiras de óleo de soja representaram 28,3% do total das importações, de janeiro e fevereiro deste ano, com destino à Índia, quando comparado com o registrado no ano passado.

Com a alternativa ganhando destaque, o Imea projeta que, caso a guerra continue por mais tempo, os países consumidores devem sustentar as cotações dos próximos meses deste ano.

Os principais países compradores do óleo de girassol são a Índia e a China. Os dois migraram o consumo para o óleo vegetal fornecido pela América do Sul, com foco no Brasil, o que fez aumentar os preços comercializados.

Os dois países representam, juntos, 77,2% das exportações mundiais do óleo de girassol.

Sem o produto disponível no mercado, a oportunidade foi aproveitada pelos produtores mato-grossenses que comercializam o óleo vegetal.