Analista de TI atropelada por motorista embriagado tem lesão na bacia e ficará 60 dias sem andar; veja vídeos

54 0
Do: Olhar Direto
Foto: Reprodução

Duas mulheres foram atropeladas por um motorista embriagado em uma distribuidora de bebidas no bairro Alvorada, em Cuiabá, no último domingo (13). A analista de Tecnologia da Informação, Fernanda Paula, 26 anos, teve uma fratura na bacia e ficara por cerca de 60 dias em cadeira de rodas. O condutor Júlio Alves dos Santos, 43 anos, chegou a ser preso, mas foi liberado em audiência de custódia

O acidente aconteceu às 21h38, quando os seis amigos estavam na distribuidora de bebidas localizada na avenida República do Líbano. Eles foram surpreendidos pelo Golf desgovernado que invadiu a calçada e atingiu duas mulheres, sendo que uma delas teve apenas escoriações leves. Já Fernanda lesionou a bacia.

A analista de TI foi encaminhada ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e depois transferida para um hospital particular. Por conta da fratura, ela deve fazer uso de cadeira de rodas por cerca de dois meses.

No veículo estavam três pessoas, mas os passageiros fugiram e Júlio teria ficado no local e pedido perdão pelo acidente. Acionada, a Polícia Militar esteve no local e posteriormente a Polícia Civil.

Júlio foi submetido ao teste do bafômetro que constatou 0,41 mg/l. Ele acabou preso em flagrante, mas preso no dia seguinte em audiência de custódia realizada no Fórum de Cuiabá.

“Desde o acidente eu não consegui mais andar, não sai mais da cama de hospital e estou inconformada de estar nesse estado e o suspeito já ter sido solto”, lamenta Fernanda, que afirma não ter recebido nenhum tipo de ajuda de Júlio.

“Graças a empresa que trabalho vou poder exercer minha profissão através do home office.  Porém, pelo fato de morar sozinha e minha casa não ser adaptada, terei que ficar na casa da minha avó esse período para recuperação”, conta a vítima.