Três homens são presos pela morte do jovem congolês no Rio

56 0
Com informações do R7
Um dos suspeitos preso- Foto: Reprodução

Três homens foram presos pela morte do jovem congolês Moïse Kabamgabe, de 24 anos, nesta terça-feira (1º), no Rio de Janeiro.

De acordo com a Record TV Rio, um deles foi preso em casa, em Paciência, após os agentes arrombarem o imóvel. Ele foi levado para a Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca.
O crime foi registrado por câmeras de segurança do quiosque onde a vítima trabalhava. Moïse foi espancado, amarrado e morto por ao menos quatro homens, no dia 24 de janeiro.

Há informações, ainda, de que outro suspeito de envolvimento no assassinato do estrangeiro se entregou à polícia. Ele se apresentou à 34ª DP (Bangu).

O dono do quiosque e um funcionário também foram ouvidos hoje na 16ª DP (Barra da Tijuca). O nome deles não foi divulgado.
A defesa do proprietário do estabelecimento negou que a vítima trabalhasse no local. No entanto, a família de Moïse contou que ele foi morto depois de cobrar duas diárias de serviço, no valor de R$ 200, que não teriam sido pagas.