PF cumpre mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fazer contratos fraudulentos de empréstimos em MT

38 0
Por g1 MT
Polícia Federal realizada a operação Mimetismo em MT — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão contra uma associação criminosa responsável por fazer contratos fraudulentos de empréstimos consignados junto à Caixa Econômica Federal foi deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta-feira (2), em Mato Grosso.

São cumpridos quatro mandados nas cidades de Pontal do Araguaia e Novo Santo Antônio, a 518 km e 1.063 km de Cuiabá, respectivamente.

A Justiça também determinou a suspensão temporária das atividades de uma empresa de correspondência bancária utilizada nas práticas criminosas.

De acordo a PF, as investigações que deram início à operação ‘Mimetismo’ apontaram que houve um prejuízo à Caixa de mais de R$ 600 mil.

A investigação, segundo a polícia, foi iniciada após a prefeitura de Novo Santo Antônio informar que haviam 14 contratos consignados em nome de pessoas que nunca integraram o quadro de funcionários do município.

Os suspeitos de fazer parte do esquema podem responder por associação criminosa, inserção de dados falsos em sistemas de informações e estelionato majorado.

Somadas, as penas máximas desses delitos superam 20 anos de prisão, além da reparação dos prejuízos suportados pela empresa pública federal.