Para conter surto de síndrome gripal, Campo Verde lança unidade de referência no Posto de Saúde Rural 12

76 0
De: Prefeitura Municipal de Campo Verde

Assim como em todo o país, Campo Verde está registrando alto índice de contaminação de síndrome gripal aguda grave. Para dar mais agilidade ao atendimento à população, a Gerência das Vigilâncias em Saúde orienta aos pacientes com sintomas a procurarem a Unidade Básica de Saúde Rural 12, ao lado da escola municipal do Bairro São Lourenço. “O atendimento foi referenciado para este posto de saúde para que os pacientes sejam atendidos com prioridade em casos de gripe forte ou de suspeita de Covid-19”, orienta Cristiane Simões, gerente das vigilâncias em Saúde

Neste momento de pandemia e surto de gripe, é preciso redobrar os cuidados de biossegurança. Infelizmente, a sociedade
convive com os vírus Influenza H1N1, H3N2 e Covid-19. A principal forma de combater o avanço das doenças respiratórias é mantendo os velhos cuidados que já conhecemos.

“Pode parecer repetitivo, mas é preciso reforçar que lavar as mãos com água e sabão é a melhor forma de higienização e evitar a contaminação. Outras práticas importantes são o uso álcool em gel, distanciamento e máscara. É importante lembrar que as máscaras descartáveis protegem apenas por duas horas e se o material fica umedecido é preciso fazer a troca porque perde a proteção”, explica Patrícia Alcântara, enfermeira da vigilância epidemiológica.

O Posto de Saúde do Bairro São Lourenço está funcionando com atendimento estendido para atender aos casos de síndrome gripal aguda grave: das 7h às 11h, das 13h às 17h e das 18h às 22h.

O Hospital Municipal Coração de Jesus está priorizando os casos de urgência e emergência.