Fake news – Investigado em operação era “faz-tudo” na campanha de Emanuelzinho em 2020

56 0
Do: MidiaNews
Willian Sidney de Moraes ao lado do prefeito Emanuel Pinheiro

O ex-servidor da Prefeitura de Cuiabá, Willian Sidney Araújo de Moraes, um dos alvos da Operação Fake News, da Polícia Civil, trabalhou na campanha do deputado federal Emanuelzinho à Prefeitura de Várzea Grande em 2020.

Conforme apurou a Coluna, Willian era uma espécie de faz-tudo no comitê do parlamentar. Com a derrota, ele foi lotado na Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, a mesma onde teria sido montado um grande cabide de empregos para acomodar aliados do prefeito Emanuel Pinheiro.

Como se sabe, William foi condenado a oito anos e oito meses de prisão por associação criminosa e roubo qualificado. Ele teria integrado uma quadrilha que furtava caixas eletrônicos.