Conquista histórica: Hospital Municipal passa a contar com 10 leitos de UTI Geral

31 0

De: Prefeitura Municipal de Campo Verde

A Prefeitura de Campo Verde, em articulação junto ao Governo do Estado, conseguiu reverter 10 leitos de UTI Covid para leitos de UTI Geral, que serão mantidos no Hospital Municipal Coração de Jesus, um feito histórico para a cidade.

Campo Verde nunca contou com leitos de UTI Geral na cidade. Em caso de necessidade, as pessoas sempre eram levadas para Rondonópolis, que é a referência da Região Sul.

A regulação dos pacientes continuará sendo feita Secretaria Estadual de Saúde para pacientes de todo o Estado, mas o benefício maior é para os 19 municípios da regional Sul, especialmente Campo Verde. O custeio será feito em pactuação com o Governo Estadual pelos próximos 60 dias, podendo se tornar definitiva posteriormente.

“Estamos muito felizes, porque agora Campo Verde conta com 10 leitos de UTI Geral. O prefeito Alexandre Lopes sempre esteve na busca por esses leitos, a equipe do Hospital também batalhou muito para esse avanço no nosso município. Inclusive já temos dois pacientes que seriam transferidos, mas já vão ser encaminhados para esses leitos”, anunciou a vice-prefeita e secretária de Saúde de Campo Verde, Edna Queiroz.

Segundo ela, é um marco histórico para a cidade. “Sem dúvida nenhuma, é histórico. É um ganho enorme, pois nos proporciona uma maior praticidade, já que não teremos que fazer transferências sempre que um paciente necessitar de uma UTI. E não só para Campo Verde, mas para toda a nossa região”, afirmou.

Israel Paniago, superintendente da Associação ASAS, que administra o Hospital Municipal, explicou que as UTIs são do tipo 2, que trata pacientes que precisam de atenção nível alto.

“É o caso de pacientes com derrames e infarto, por exemplo, mas a UTI de Rondonópolis continua sendo nossa referência em alta complexidade, por ser uma UTI mais especializada, com realização de cirurgias mais complexas”, explica.

Os leitos já estão prontos e sua funcionalidade foi ativada nesta quarta-feira (17), já recebendo pacientes desde o período da manhã. De acordo com Israel, isso só foi possível graças ao avanço da vacinação contra a covid-19 e a consequente queda no número de casos graves.

“A UTI Covid sai de cena agora, graças aos baixos índices de contaminação, e entra a UTI Geral, que beneficiará toda a população do Mato Grosso. Esses leitos vêm fazer parte do complexo regulador, onde todos os municípios de Mato Grosso têm direito a essas UTI’s. Temos o entendimento com a central de regulação que a prioridade é para os 19 municípios da região e para os pacientes de Campo Verde, mas devido à superlotação nos hospitais do Estado, pode ocorrer de pacientes de outras cidades serem atendidos aqui também. Sem dúvidas um ganho muito grande, pois poderemos atender pacientes graves com uma equipe qualificada de neurologistas, cardiologistas, mastologista vascular, urologistas, odontólogos, que fazem parte desse complexo de retaguarda”, concluiu.