Tratorista de fazenda morre afogado ao tentar atravessar a nado lago de parque municipal

29 0
Do: Olhar Direto
Foto: Edição/OD

O tratorista Francisco Matos da Silva, de 36 anos de idade, morreu afogado na manhã deste domingo (3), no Parque Municipal Lago Azul Betis, em Querência (844 km de Cuiabá). Na ocasião, Parazinho, como também era chamado por amigos e familiares, tentava atravessar o lago do parque a nado.

De acordo com a Polícia Civil, a ocorrência foi comunicada por volta de 9h42. No local, pessoas que também estavam no parque já haviam resgatado o corpo de Francisco.

Durante verificação feita pela equipe de um hospital da cidade no parque, porém, foi constatado que o trabalhador já estava morto.

Em conversa com as pessoas que recolheram o corpo da vítima, elas disseram que o episódio ocorreu quando o homem estava tentando atravessar o lago nadando. Na ocasião, já no meio do rio, o tratorista não aguentou e começou a afogar, conforme relataram.

Wilton Mattos, irmão da vítima que mora em Barcarena, no Pará, onde a família de Francisco tem origem, confirmou que ele trabalhava como operador de trator em uma fazenda de soja na cidade. Triste pela perda precoce, Wilton disse que o irmão amava o que fazia.

“O que eu tenho para falar dele é que ele era um amor de pessoa. Ele amava fazer o que fazia, gostava muito de trabalhar em fazenda”, contou ao Olhar Direto.

Após o resgate, foram encontrados no bolso da calça de Francisco R$ 44 em dinheiro e a chave de um quarto. Neste momento, a Polícia Civil da cidade investiga o caso.