Servidores municipais iniciam treinamento prático em técnicas de Segurança do Trabalho

45 0
De: Prefeitura Municipal de Campo Verde

Os servidores municipais de Campo Verde iniciaram treinamento em técnicas de Segurança no Trabalho, oferecido pela Secretaria de Administração. Após levantamento sobre os riscos de cada função, feito desde o início do ano em todas as secretarias, começa agora a parte prática.

A primeira turma a receber treinamento em Primeiros Socorros, EPI (Equipamento de Proteção Individual), EPC (Equipamentos de Proteção Coletiva), prevenção de acidentes e combate a incêndio foi da Secretaria de Agricultura, Regularização Fundiária, Habitação e Meio Ambiente.

De acordo com o secretário de Administração, Claudilei Borges, a iniciativa é inédita em Campo Verde.

“Estamos levando conhecimento inerente a cada função, a cada atividade que os servidores realizam. É por área, por atividade e eles estão cientes dos riscos que a atividade deles têm hoje – seja físico, biológico ou ergonômico – e como eliminar esses riscos. Isso para nós é muito válido. Para mim como servidor e para todos que estão recebendo esse treinamento, é muito válido. Esse conhecimento ele leva para casa, para os familiares, não só no trabalho, mas para onde ele estiver. Se surgir alguma necessidade, ele sabe como utilizar esse treinamento”, afirma o secretário.

Ainda este ano, passarão pelo treinamento as secretarias de Assistência Social, Cultura, Lazer e Esportes e também a Secretaria de Saúde. A técnica em Segurança do Trabalho da Prefeitura Municipal, Sônia Cardoso Tofolette, explica que o levantamento começou no início do ano e que os servidores de todas as pastas passarão pela parte prática.

“Desde o início do ano estamos trabalhando com alguns programas de Saúde e Segurança no Trabalho, junto com a empresa que venceu a licitação, e ela está nos dando toda a assistência, desde a elaboração dos programas aos treinamentos necessários. Foi dado início esta semana a esses treinamentos e todos os servidores vão passar por esse treinamento e também teremos outros específicos para alguns grupos, de acordo com os riscos identificados de cada função”, explica.

De acordo com Sônia, todo conhecimento é válido e os servidores poderão levar isso para todos os setores de sua vida.

“Todo conhecimento é valido. Ele pode ser aplicado tanto no trabalho, na parte ocupacional, quanto na vida pessoal dele e perante a sociedade também, principalmente na prevenção de acidentes, assim como existem acidentes domésticos, muitas vezes por falta de conhecimento. Então é algo que se aplica em casa, no trabalho. Atendimentos nos primeiros socorros e combate ao incêndio também muito importante. Muitas vezes estamos num ambiente que é contemplado com extintores, mas ninguém sabe manusear. Então o foco é esse: orientar.”

Weherberty Pereira Brito é o técnico em Segurança no Trabalho responsável pelo treinamento prático nesta etapa. Mostrou as maneiras corretas de prevenção a acidentes, como agir nos primeiros socorros, assim como todos os tipos de extintores de incêndio que existem, como e em que situações usar cada um deles.

De acordo com Weherberty, esse treinamento serve para o trabalho, para a casa, para a família, para qualquer lugar em que o servidor esteja.

“É um trabalho novo que estamos fazendo. Geralmente as pessoas têm outras experiências que trouxeram de outras regiões ou outras empresas, mas ainda carecem muito de ter esse preparo, principalmente nas secretarias. Às vezes não estão preparados para os primeiros socorros, uma pessoa presente que precise de atendimento ou até mesmo combater um princípio de incêndio em seu local de trabalho. Isso serve para o trabalho, para sua casa, para qualquer situação que apareça em sua vida”, afirma.

Divino Pereira de Souza, gerente de Habitação e Regularização Fundiária, ficou satisfeito com o treinamento, apesar de torcer para que não surjam situações em que precise agir.

“Como servidor é a primeira vez que temos acesso a esse treinamento. É muito bom, aprendemos muito. É muito importante o servidor ter essas orientações, essas noções de primeiros socorros, de combate a incêndio, porque ninguém está livre de acontecer algum imprevisto. Um colega às vezes passa mal e você pode ter essa noção de como ajudar. Espero que não seja preciso usar, mas se for preciso, estamos todos prontos”, concluiu.