Quase 100 postes de energia elétrica são derrubados durante dois dias de temporais em MT

41 0
Por g1 MT
Temporais causaram a queda de postes em MT — Foto: Energisa/Divulgação

Os temporais registrados entre sábado (2) e domingo (3) em Mato Grosso causaram a queda de quase 100 postes de energia elétrica, de acordo com um levantamento feita pela concessionária Energisa, divulgado nesta quarta-feira (6).

O levantamento aponta que a cidade de Rondonópolis e a região norte do estado foram os locais mais atingidos pela chuva forte no fim de semana.

A Energisa informou que todas as equipes externas e de atendimento estão em alerta para possíveis transtornos causados por temporais.

Postes caíram durante temporal em Rondonópolis (MT) — Foto: Energisa
Postes caíram durante temporal em Rondonópolis (MT) — Foto: Energisa

De acordo com o gerente de operações da companhia, Thiago Martins, essas condições se agravam em regiões descampadas, com rajadas de vento acima dos 70 km por hora e de difícil acesso, com atoleiros.

“As estruturas da rede elétrica da concessionária são projetadas e construídas com materiais resistentes para que em situações adversas, com uso de ferro e concreto, para que a distribuição de energia não seja tão afetada e que os clientes permaneçam seguros. Porém, as condições apresentadas são extremas. Quando a chuva encontra campos abertos, o vento fica sem resistência e essa pressão sobre as redes de energia é muito maior”, explicou.

Segundo a Energisa, as redes de distribuição têm sistema de segurança que cortam a energia, mas os moradores devem ter cautela para não tocar nos fios e estruturas. Além disso, a água é um condutor elétrico natural, o que pode provocar choques e até mesmo acidentes mais sérios.

Alertas para dias chuvosos:

  • Não ligar equipamentos elétricos em tomadas instaladas em paredes úmidas;
  • Não fazer manutenções durante a chuva, principalmente em telhados, correndo o risco de ser atingido por raios. Os equipamentos elétricos ligados à tomada também não devem ser manuseados em momentos de chuva, pois há chance de choque elétrico;
  • Sempre desligar o disjuntor em casos de alagamento, curto-circuito ou princípio de incêndio dentro de casa;
  • Evitar ficar perto de campos de futebol, piscinas, lagos, lagoas, praias, árvores, mastros e locais elevados. Não encostar em grades e objetos metálicos, não se abrigar em lugares abertos, próximo de postes ou embaixo da fiação elétrica. Esses locais se tornam perigosos por causa do risco de descargas elétricas naturais;
  • Em casos de objetos serem arremessados na rede elétrica por conta de ventos, a orientação é não aproximar e não tentar afastar a fiação.