Assistência Social comemora Dia do Idoso com café da manhã, dando pontapé inicial para retomada gradativa das atividades

42 0

De: Prefeitura Municipal de Campo Verde

A Secretaria de Assistência Social de Campo Verde realizou um café da manhã com uma extensa programação para o público da terceira idade, em comemoração ao Dia Internacional do Idoso, nesta sexta-feira (1º). O evento foi realizado na Assemcav e contou ainda com parcerias da Secretaria de Saúde e Secretaria de Cultura, Lazer e Esportes, além de um bingo com distribuição de prêmios.

Através da Secretaria de Saúde, foram disponibilizados exames para aferição de pressão e glicose. Já a Secretaria de Cultura, Lazer e Esportes realizou uma atividade com alongamentos e exercícios para os idosos.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Rosilei Borges de Oliveira, o evento marca um reinício gradativo das atividades voltadas aos idosos, grupo que sofreu duramente com as medidas de biossegurança contra a covid-19.

“Hoje o dia é todo especial, comemoramos o Dia Internacional do Idoso e não poderíamos deixar de comemorar, de estar junto com eles, embora estejamos nesse momento distante, devido à pandemia. Hoje estamos com segurança, demonstrando a eles todo nosso respeito, todo nosso amor, todo nosso carinho. E não para por aqui, na verdade se inicia. Ainda não retornaremos as atividades todos os dias, de forma normal, mas estamos hoje para comemorar e não deixar passar em branco e em breve vamos ofertar muitos outros trabalhos”, explicou.

Segundo ela, o grupo da terceira idade precisa da energia, das atividades positivas e movimento, rever os amigos e interagir.

“Eles têm uma energia e isso é gostoso, porque eles estão na Melhor Idade. É você ser jovem sempre. Não é porque o cabelo ficou branco, que você se aposentou, que não tem mais o direito de participar de uma atividade divertida. Afinal, é a Melhor Idade e junto com eles vamos trabalhar bastante para ofertar essas oportunidades de eles estarem juntos, conversando com seus amigos e tendo esse momento de lazer e descontração”, disse.

Elza Nafi, presidente da Associação de Aposentados e Pensionistas de Campo Verde, lembrou os amigos que partiram neste último ano e junto com as dezenas de idosos no local, realizou um momento de orações.

“Gostaria de dizer que a minha felicitação é muito grande de estar aqui hoje, de ser convidada para falar com vocês. Muita saudade e tristeza também, porque faltaram muitos de nós. Quero lembrar daqueles que se foram, que perdemos por causa da covid-19. Mas também estou feliz por todos nós que estamos aqui, com saúde, graças a Deus. Não tenho palavras para agradecer”, afirmou, emocionada.

O ex-prefeito de Campo Verde, Vitor Wesz, e sua esposa e ex-vice-prefeita, Matilde Wesz, também participaram do evento. Matilde, que foi uma das maiores defensoras e fez nascer o Centro de Atendimento ao Idoso naquela gestão, aproveitou para comemorar seu aniversário de 70 anos, também neste dia 1º de outubro, ao lado dos amigos.

“O dia 1º de outubro é o Dia do Idoso e também é o dia do meu aniversário. Eu vim porque eu gosto tanto de vocês. Vocês não sabem como eu tenho admiração pelos idosos, por que são o alicerce do nosso município. Nós chegamos em 1984, acompanhamos os mandatos quase todos. Em 1993, quando o Vitor foi prefeito, o meu sonho era criar o grupo e promover a alegria dos idosos, e hoje eu estou aqui felicíssima por poder estar com vocês. Podem ter certeza que a nossa vice-prefeita (Edna Queiroz), a nossa primeira-dama (Rose Borges) e o prefeito (Alexandre Lopes) jamais vão esquecer dessas pessoas maravilhosas. Eu falo do fundo do meu coração: eu amo todos vocês de paixão”, disse.

O prefeito Alexandre Lopes também participou das comemorações e enfatizou o compromisso de retorno de uma agenda para a terceira idade, de forma gradativa, até que todas as atividades possam voltar ao normal, sendo o evento de hoje o pontapé inicial.

“Realmente vamos construir esse compromisso de ter uma agenda para a terceira idade, para as pessoas que neste momento, muitas vezes seu dia a dia já não é mais tão intenso como daqueles que ainda trabalham, que têm uma agenda para cumprir. Nós sabemos que nesse momento a grande maioria já está mais distante dos afazeres, estão aposentadas, estão cuidando das famílias, mas sem o segundo oficio. Então, vamos trazê-los para cá e construir uma interação, atividades e eventos para sempre fazer com que aproveitem ao máximo seu tempo, sua rotina. Esportes, saúde, interação. Pensar na qualidade de vida voltada ao bem-estar desse grupo”, concluiu.