Flexibilização: Comitê de enfrentamento à Covid-19 propõe mudanças e novo decreto é publicado

402 0
De: Prefeitura Municipal de Campo Verde

Campo Verde está há duas semanas com risco baixo de contaminação pelo novo coronavírus, segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde. Levando os números em conta, o Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19 decidiu propor novas mudanças ao decreto em vigência, flexibilizando as medidas de prevenção à doença.

A partir da publicação do novo decreto, que deve ser efetivada nessa quinta-feira (2), estará permitido:

– Horário do comércio estendido para até 0h00;
– Toque de recolher de 0h30 às 5h;
– Reuniões familiares em residências com no máximo 15 pessoas;
– Templos religiosos podem funcionar com até 70% da capacidade;
– Música ao vivo em bares e restaurantes, desde que não permitam danças e atendimentos em pé;

“O Comitê analisou que podem ser feitas algumas alterações na nossa realidade. É um grupo de pessoas responsável por organizar todos os procedimentos em torno da covid, uma equipe de profissionais bem qualificados e que estão fazendo um excelente trabalho. O Comitê procura permitir que a população volte aos afazeres normais, mas sempre com responsabilidade técnica, obedecendo as normas”, destacou o prefeito Alexandre Lopes.

O secretário de Saúde de Campo Verde, Luiz Artur Zimmermann Antônio, destacou que essa flexibilização só foi possível pelo nível de comprometimento do comércio, da administração pública e da população.

“Estamos nessa situação hoje, de risco baixo no município, depois de várias semanas em risco moderado, graças ao apoio de toda a sociedade, do comércio local e do trabalho feito pela Prefeitura. Temos que manter, essa é a estratégia, assim como seguir com o plano de vacinação”, afirmou.

O secretário destaca a importância da imunização completa, com a aplicação da segunda dose. De acordo com ele, muitas pessoas estão deixando de comparecer ao ponto de vacinação para a segunda etapa da vacina.

“Temos toda a estrutura da Vigilância Epidemiológica atuando lá no CAI (Centro de Atendimento ao Idoso), estamos com as vacinas reservadas para a segunda dose. É importante que o cidadão busque essa segunda dose, porque é somente através da imunização completa que vamos vencer essa pandemia”, destacou.

Confira a íntegra do Decreto Nº 93 clicando aqui.

Campo Verde está há duas semanas com risco baixo de contaminação pelo novo coronavírus, segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde. Levando os números em conta, o Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19 decidiu propor novas mudanças ao decreto em vigência, flexibilizando as medidas de prevenção à doença.

A partir da publicação do novo decreto, que deve ser efetivada nessa quinta-feira (2), estará permitido:

– Horário do comércio estendido para até 0h00;
– Toque de recolher de 0h30 às 5h;
– Reuniões familiares em residências com no máximo 15 pessoas;
– Templos religiosos podem funcionar com até 70% da capacidade;
– Música ao vivo em bares e restaurantes, desde que não permitam danças e atendimentos em pé;

“O Comitê analisou que podem ser feitas algumas alterações na nossa realidade. É um grupo de pessoas responsável por organizar todos os procedimentos em torno da covid, uma equipe de profissionais bem qualificados e que estão fazendo um excelente trabalho. O Comitê procura permitir que a população volte aos afazeres normais, mas sempre com responsabilidade técnica, obedecendo as normas”, destacou o prefeito Alexandre Lopes.

O secretário de Saúde de Campo Verde, Luiz Artur Zimmermann Antônio, destacou que essa flexibilização só foi possível pelo nível de comprometimento do comércio, da administração pública e da população.

“Estamos nessa situação hoje, de risco baixo no município, depois de várias semanas em risco moderado, graças ao apoio de toda a sociedade, do comércio local e do trabalho feito pela Prefeitura. Temos que manter, essa é a estratégia, assim como seguir com o plano de vacinação”, afirmou.

O secretário destaca a importância da imunização completa, com a aplicação da segunda dose. De acordo com ele, muitas pessoas estão deixando de comparecer ao ponto de vacinação para a segunda etapa da vacina.

“Temos toda a estrutura da Vigilância Epidemiológica atuando lá no CAI (Centro de Atendimento ao Idoso), estamos com as vacinas reservadas para a segunda dose. É importante que o cidadão busque essa segunda dose, porque é somente através da imunização completa que vamos vencer essa pandemia”, destacou.

Confira a íntegra do Decreto Nº 93 clicando aqui.