Aluna da rede municipal de ensino representa Campo Verde nas Olimpíadas de Língua Portuguesa

675 0
De: Prefeitura Municipal de Campo Verde

Campo Verde tem uma aluna da rede municipal de ensino representando a cidade nas Olimpíadas de Língua Portuguesa, um evento nacional de iniciativa do Ministério da Educação e Itaú Social, realizado pelo Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), organização da sociedade civil sem fins lucrativos, que promove equidade e qualidade na educação pública brasileira.

A crônica “Minha Bela Campo Verde”, escrita pela aluna Dalliany Sthefane da Silva, 14 anos, do 8° ano da Escola Municipal Monteiro Lobato, foi selecionada para concorrer na Etapa Estadual, que acontece de 3 de setembro a 1º de outubro, período em que a Comissão Julgadora Estadual avalia os materiais que foram selecionados anteriormente pelas Comissões Julgadoras Municipais.

“Eu estou me sentindo muito feliz por ter competido com todas as escolas e ter conseguido me classificar na Olimpíada. Estou muito animada e com esperança de ganhar. Quero muito ganhar e nas próximas vou me esforçar mais ainda. Agora é trazer o prêmio para Campo Verde”, afirma Dalliany.

“Se for falar tudo sobre ela, dá um livro. Ela é muito inteligente, interativa, tem muita energia, é criativa. Uma menina que me surpreendeu muito, porque mesmo sendo de pais separados, e depois de ter enfrentado um início de depressão por causa disso, com o jeitinho dela foi superando e se tornou essa menina incrível. Estou muito orgulhosa de ela ter conseguido e espero que alcance o objetivo final. Ela está muito na expectativa de vencer mesmo. Eu estou só orgulho”, afirma a mãe de Dalliany, Joliane Heloisa da Silva Vidal.

A Olimpíadas de Língua Portuguesa permite a participação de professores de Língua Portuguesa e estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio de escolas públicas de todo o Brasil, reconhecendo o trabalho de professores e estudantes com o concurso.

Os gêneros literários variam conforme o ano ou série da turma: Poema: 5º ano do Ensino Fundamental; Memórias Literárias: 6º e 7º anos do Ensino Fundamental; Crônica: 8º e 9º anos do Ensino Fundamental; Documentário: 1ª e 2ª séries do Ensino Médio e Artigo de Opinião: 3ª série do Ensino Médio.

O concurso deste ano traz algumas novidades. Para participar da Olimpíada, os professores devem redigir um Relato de Prática contando como o trabalho foi desenvolvido com sua turma. Além disso, junto com os alunos e alunas, devem selecionar algumas produções textuais ou audiovisuais e algum registro significativo do percurso (fotografia, vídeo, áudio, etc).

Em nosso município, a Escola Municipal Monteiro Lobato fez adesão à 7° Edição da Olimpíadas de Língua Portuguesa, com os alunos do Ensino Fundamental II. A professora Juraci Salete Baptista se empenhou e conseguiu despertar nos alunos do 6° ao 9° ano a vontade de ler e escrever sobre suas vivencias e memórias sobre “O lugar onde vivo”, onde os alunos puderam relatar sobre a cultura, religião, economia, o ambiente escolar e familiar, bem como as belezas naturais de nosso município.

De 22 de fevereiro a 5 de agosto, a professora realizou as atividades com os alunos com os gêneros do concurso, com apoio dos Cadernos Docentes. Até 5 de agosto, Juraci escreveu o Relato de sua Prática e organizou os registros para a linha do tempo e o álbum da turma, juntamente com os discentes, e entregaram os materiais para a direção da escola.

De 6 de agosto a 16 de agosto, foi realizada a Etapa Escolar, quando a diretora Claudia Canola organizou a Comissão Julgadora Escolar que selecionou os materiais produzidos pela professora e alunos.

De 20 de agosto a 31 de agosto foi realizada a Etapa Municipal, quando a Comissão Julgadora Municipal avaliou os materiais que foram selecionados anteriormente pela Comissão Julgadora Escolar da Escola Municipal Monteiro Lobato. A comissão julgadora municipal foi composta por 3 professoras da rede com formação em Língua Portuguesa, Aline da Silva Rodrigues, Juliana da Costa e Silva Farias Vilanova, Beatriz Bade, Coordenadora do Ensino Fundamental II Neuzeli Marques Nobrega, Coordenadora da SME Priscila Leite Rocha e ressalto a colaboração da Diretora Cláudia Canola e da Bibliotecária Eloisa Hantt.

A comissão julgadora escolheu 2 textos (crônica e memórias literárias), que foram enviados para análise das Olimpíadas. Então, a organização das Olimpíadas selecionou o texto de Dalliany, do gênero literário Crônica.

“Quero dizer que Educação se faz por várias mãos, mãos essas que despertam vontades de leitura, participação e criação. Para a Secretaria Municipal de Educação é gratificante saber que, mesmo em tempos de pandemia, existem professores e alunos empenhados com uma educação de qualidade, onde o aluno é protagonista e tem vez e voz. Acredito que estamos no caminho certo, e que muitos frutos virão”, afirma a professora Priscila Leite Rocha.