Polícia investiga negligência médica em caso de grávida que deu à luz dentro de banheiro de hospital

164 0
Do: Olhar Direto
Foto: Reprodução

A Polícia Civil instaurou inquérito policial para apurar possível negligência médica durante o parto de uma gestante que resultou na morte do recém-nascido por hemorragia pulmonar na cidade de Cáceres (228 km Cuiabá).

Na manhã desta quinta-feira (19), policiais da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) participaram da exumação do corpo do nascituro que teve complicações durante o parto.

As investigações iniciaram após os pais da criança procurarem a Polícia, relatando que o parto foi realizado no banheiro do hospital e que o médico teria dado pouca atenção a parturiente e ao nascituro, que estava com dificuldades para nascer de parto normal.

O bebê ficou internado por cinco dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital São Luiz, porém não resistiu e foi a óbito no domingo, 15 de agosto.

Diante da situação apresentada, a delegada Judá Marcondes requisitou perícias técnicas e a exumação do corpo do nascituro para verificar se houve fraturas no infante e a real causa da morte.

“As provas estão sendo colhidas, depoimentos estão sendo tomados e, em breve, o inquérito policial será encerrado com intuito de se apurar se houve negligência médica e com a devida conclusão dos autos”, disse a delegada.

 

NOTA
O Hospital São Luiz informa que até o momento não foi notificado sobre o caso citado na reportagem. Segundo os registros da unidade, o médico é profissional contratado pela própria paciente, que teve acesso à unidade para prestar serviços particulares.
O HSL lamenta a perda da família e segue à disposição para prestar todos os esclarecimentos necessários
Atenciosamente,

Hospital São Luiz